Notícias

Sexta-Feira, 09 de Julho de 2021 15:37

SURTOU: Mulher entra em Posto de Saúde, agride servidora e quebra recipientes com vacinas

Caso ocorreu na tarde desta sexta-feira (09) em Ceilândia - DF. Unidade de Saúde está sob proteção policial

BRASÍLIA – Uma mulher em aparente surto psicótico quebrou, na tarde desta sexta-feira (9/7), 19 frascos de vacina contra influenza no Distrito Federal. O incidente, segundo a Secretaria de Saúde do DF, ocorreu na Unidade Básica de Saúde (UBS) 5 de Ceilândia.

A acusada agrediu uma servidora antes de destruir os recipientes, obrigando o descarte das doses. A vítima registrou ocorrência na delegacia da região, e a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi acionada para garantir a segurança da unidade durante o período da tarde.

Segundo informações da PMDF, mais cedo, a mulher quebrou o telefone celular da servidora. Foi, então, lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), e a acusada, encaminhada à 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia centro). À tarde, ela voltou à UBS e derrubou as vacinas no chão.

Por isso, as vacinas acabaram descartadas, pois não poderiam ficar expostas ao Sol.

VACINAÇÃO - A vacinação contra a influeza está aberta para toda a população desde a última segunda-feira (05). O imunizante está disponível em 100 pontos de vacinação espalhados pelo Distrito Federal. A aplicação da dose é contraindicada para crianças menores de seis meses de idade e pessoas com alergias graves à vacina.

Foto: Prefeitura Municipal de João Pessoa

LEIA TAMBÉM: RANKING: Com 23,14% de vacinados, Lucas do Rio Verde continua na última posição entre as 12 maiores cidades de Mato Grosso (Publicado em 08.Jul.2021)

LEIA AINDA: CIDADE INFECTADA: Lucas do Rio Verde tem o maior índice de infecção por COVID-19 ente as 12 maiores cidades de Mato Grosso (Publicado em 03.Jul.2021)

Fonte: Jornal Metrópoles

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}