Notícias

Sexta-Feira, 09 de Julho de 2021 19:36

NOVO CANGAÇO: Polícia Militar de Mato Grosso reconhece e prende mais um cangaceiro com R$ 50 mil e armas

Na delegacia, acusada disse que estava trabalhando, mas depois confessou que deixou o menino de 2 anos para ir a uma festa
Autor: Redação / Repórter MT - Edição: José Boas / LEIA LUCAS

NOVA BANDEIRANTES – Policiais militares prenderam, na manhã desta sexta-feira (9), um homem de 50 anos suspeito de participação de assaltos a agências bancárias no início de junho em Nova Bandeirantes (619km a noroeste de Lucas do Rio Verde). O acusado, S. S. P., foi preso no distrito de Jaripuanã. Com ele, R$ 50 mil em dinheiro, duas espingardas Gauge 12, munições, coletes balísticos e joias.

Policiais desconfiaram do comportamento do acusado que, ao ver viaturas, tentou se esconder em uma padaria, mas acabou sendo reconhecido e preso. Natural de Brejo (MA). Em seu histórico, há condenação de 13 anos de prisão em regime fechado em Ananindeua (região metropolitana de Belém-PA) por sequestro e cárcere privado em 1996. Nesse crime, S. S. P. manteve uma vítima em cárcere privado por 23 dias e exigiu dinheiro para o resgate.

PRESOS E MORTOS - Com essa nova prisão, já são cinco presos por envolvimento no assalto e nove criminosos mortos em confrontos com policiais do BOPE e da Força Tática. Edenicio Pereira Cavalcante, vulgo “Coroinha”, Josias Silveira, Franklis Souza de Jesus e Valdecir Salles Barboza também já haviam sido presos anteriormente durante operação realizada pela Segurança Pública na região. 

Outros nove envolvidos no assalto morreram em confrontos com a PM entre 10 e 28 de junho. Dos R$ 900 mil levado dos bancos, cerca de R$ 500 mil foram recuperados.

LEIA TAMBÉM: NOVO CANGAÇO: Mais dois criminosos morrem em confronto com a Polícia em Mato Grosso (Publicado em 21.Jun.2021)

LEIA AINDA: CANGACEIROS: BOPE aperta cerco a bandidos que assaltaram duas agências bancárias em Mato Grosso (Publicado em 16.Jun.2021)

Fonte: Repórter MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}