Notícias

Quarta-Feira, 03 de Março de 2021 06:57

Mendes visita fábrica da Sputnik e tenta acelerar compra da vacina

O governador Mauro Mendes visitou em Brasília (DF) a fábrica da União Química, empresa responsável por produzir no país a Sputnik V, vacina russa contra a covid-19. A visita ocorreu na manhã desta terça-feira (02), junto de governadores de outros estados. Mauro Mendes conversou com a diretoria da fábrica para buscar a compra direta de vacinas a Mato Grosso.

O Governo do Estado busca a aquisição de até 4 milhões de doses e já possui os recursos em caixa para pagamento. Conforme o governador, a empresa deve produzir inicialmente 10 milhões de doses em março e abril. Porém, todo esse lote já foi encomendado pelo Governo Federal.

“Na sequência, vão produzir aqui no Brasil – em Brasilia e em São Paulo – em torno de oito milhões de doses por mês. Nesta nova produção, nós governadores nos colocamos à disposição para comprar essas vacinas, mesmo que elas sejam colocadas no PNI [Plano Nacional de Imunização] com posterior devolução de recursos pelo Governo Federal”, explicou.

Mauro Mendes reforçou que o objetivo é aumentar a vacinação dos mato-grossenses o mais rápido possível, “como forma de combater a disseminação do vírus e todas as consequências que têm trazido para todos nós”.

Nos últimos meses, o governador também já conversou com todas as demais empresas que fabricam vacinas contra o coronavírus, bem como buscou a interlocução com embaixadas e outros meios diplomáticos. Até o momento, nenhum estado brasileiro ainda conseguiu a compra direta, uma vez que as empresas têm negociado apenas com governos federais.

“A pandemia está crescendo. Vivemos um momento crítico que pode piorar nas próximas semanas e hoje a vacinação é um dos grandes caminhos que a ciência colocou à disposição. Queremos acelerar e ampliar o programa de vacinação em todo o país”, afirmou.

Fonte: Midia News

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}