Notícias

Quarta-Feira, 07 de Abril de 2021 20:55

MAIS UTIs - Ministério da Saúde libera mais 84 UTIs para Mato Grosso e Lucas do Rio Verde está na lista

Entre as cidades atendidas estão Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Alta Floresta. Os três municípios integram lista de cidades consideradas sob alto risco de contágio de COVID-19
Autor: José Boas

Foi publicado, no DOU – Diário Oficial da União – de hoje (quarta-feira, 07) uma portaria que libera o repasse de recursos e a instalação de 84 novas UTIs – Unidades de Terapia Intensiva – em Mato Grosso. De acordo com o documento, o estado passará a receber R$ 4 milhões por mês para custear a manutenção dos novos leitos.

A notícia chega em menos de 24h após um grupo de 21 prefeitos do meio-norte do estado encaminharem carta conjunta ao governador Mauro Mendes (DEM) pedindo urgência na criação de 100 novas unidades de Terapia Intensiva para a região (leia matéria completa clicando aqui).

LUCAS DO RIO VERDE - As novas UTIs serão divididas entre sete cidades. Para a região do meio-norte estão destinadas 30 unidades: 10 para Nova Mutum, 10 para Lucas do Rio Verde e outras 10 para Alta Floresta. Além destes municípios, Primavera do Leste, Várzea Grande, Cuiabá e Água Boa também receberão novos leitos. Mensalmente, Lucas do Rio Verde recebera R$ 480 mil para manter o funcionamento das UTIs.

POR TODO O BRASIL – O Ministério da Saúde ainda informou que foram destinadas 1.497 novos leitos de UTI para Mato Grosso e 13 outros estados da União. Na lista aparecem municípios de: Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Para atender a todas as unidades, o Ministério da Saúde repassará uma quantia de R$ 72 milhões à prefeituras, com valores retroativos a março deste ano.

Fonte: Ministério da Saúde

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}