Notícias

Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021 15:51

INVESTIGAÇÃO AMPLA - Senador Carlos Fávaro defende investigação ampla em CPI da COVID

Em nota divulgada no início da tarde desta segunda-feira (12), parlamentar mato-grossense disse que, se deve ser criada uma CPI, sua investigação deve abranger os governos Federal, estaduais e municipais
Autor: José Boas

O senador mato-grossense Carlos Fávaro (PSD) disse, em nota divulgada no início da tarde desta segunda-feira (12), que defende a ampliação do alcance de investigações da CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito – que deve ser criada no Senado Federal para descobrir eventuais irregularidades no uso de recursos públicos destinados ao combate da COVID-19.

AMPLO, GERAL E IRRESTRITO – Na mensagem, Carlos Fávaro diz que, se é necessário que seja criada uma CPI para que eventuais crimes ou abusos, então que ela tenha abrangência máxima.

“Assinei o requerimento para a criação da CPI que visa apurar irregularidades cometidas por gestores públicos em relação à pandemia da Covid-19. Entendo que esse não é o melhor momento para a instalação de uma CPI, já que precisamos concentrar esforços no combate à pandemia. Mas, já que existe uma decisão judicial a ser cumprida para a criação da CPI da Covid-19, defendo que essa Comissão Parlamentar de Inquérito tem que ser técnica e séria, sem espaço para a politicagem. Por isso, precisamos apurar todas as suspeitas de improbidade nas três esferas: federal, estadual e municipal”, destaca o senador Fávaro.

ASSINATURAS NECESSÁRIAS - No Senado Federal o movimento para que municípios e governos estaduais também possam ser investigados ganha força e o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) garante que o número de assinaturas necessárias para que prefeitos e governadores também venham a ser responsabilizados por desvios de recursos ou mau uso de dinheiro público já ultrapassou o total exigido por Lei: “O regimento da Casa exige o mínimo de 27 assinaturas para a criação da comissão, mas já temos, até agora, 34 senadores que confirmaram o pedido para essa investigação mais ampla”, respondeu a assessoria do senador cearense à imprensa. (Leia matéria completa clicando aqui)

Fonte: Assessoria do Senador Carlos Fávaro

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}