Notícias

Segunda-Feira, 26 de Abril de 2021 17:17

INDEPENDÊNCIA - Bolsonaro critica governadores e diz que é hora de um novo grito de independência

Declaração foi dada durante entrega de obras na rodovia BR-101, na Bahia
Autor: José Boas

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na manhã desta segunda-feira (26) que está se aproximando o dia em que o povo brasileiro dará um novo grito de independência. A declaração foi feita durante a inauguração de 22km da BR-101, em Feira de Santana, na Bahia, e coincide com a abertura dos trabalhos da CPI da COVID, no Senado Federal. 

“Está chegando a hora, pessoal. Está chegando a hora de o Brasil dar um novo grito de independência. Não podemos admitir alguns pseudo-governadores quererem impor a ditadura no meio de vocês usando do vírus subjugá-los”, disse o presidente.

NÃO FOI O GOVERNO FEDERAL – Bolsonaro ainda lembrou que as medidas restritivas que resultaram no fechamento do comércio e em lockdown, por exemplo, não receberam o apoio do Palácio do Planalto. Novamente falando de governadores, sem citar nomes diretamente, ele afirmou: “Não foi o governo federal que obrigou vocês a ficar em casa, não foi o governo que fechou o comércio, não foi o governo federal que destruiu milhões de empregos (...) Pode ter certeza, esse suplício está chegando ao fim. Brevemente voltaremos à normalidade com o apoio de todos”.

DEVER DO POLÍTICO – O Chefe do Executivo afirmou, ainda, que é dever do político ouvir o que o povo tem a dizer e que é a população que deve nortear as ações dos governantes. Para as pessoas que foram assistir ao evento de inauguração do trecho da rodovia, Bolsonaro disse que seu governo não discrimina ninguém.

“Nós estamos em qualquer local dos 8 milhões de quilômetros quadrados é o nosso compromisso com todos os brasileiros, independente de qual partido ou de quem esteja na frente do governo do Estado. Nós não discriminamos ninguém”, concluiu.

Fonte: Agência Brasil

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}