Notícias

Quinta-Feira, 10 de Dezembro de 2020 06:41

Homem é preso após divulgar imagens de blitz em grupo de WhastApp e ameaçar policiais

Um homem foi preso em flagrante após ameaçar policiais que atuavam na 20ª edição da Blitz da Lei Seca, realizada na noite de terça-feira (8), na MT-040, no bairro Real Parque, em Cuiabá. O suspeito divulgou imagens da operação em um grupo de WhatsApp criado para compartilhar informações com o objetivo de burlar a blitz, desrespeitou as autoridades policiais e proferiu ameaças como “queria poder matar um monte desses” e xingamentos.

Ao todo, 63 motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro, mas ninguém foi preso por embriaguez ao volante, conforme o artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Entre os Autos de Infração de Trânsito (AIT’s), sete foram por conduzir veículo sem estar licenciado, cinco por não possuírem Carteira Nacional de Trânsito (CNH) e outros seis por outras infrações. No total, incluindo os sete motoristas por condução de veículo sob efeito de álcool, foram lavrados 25 AIT’s.

Na ocasião, também foram lavrados cinco termos circunstanciados de ocorrências (TCO) pelo descumprimento ao Art.32 da Lei das Contravenções Penais (dirigir veículo em vias públicas sem a devida habilitação), e remoção de 11 veículos, sendo oito carros e três motos.

A Lei Seca é coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e, nesta edição, contou com atuação da Polícia Militar (PM-MT), por meio do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTRAN); Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), por meio da Delegacia Especial em Delitos de Trânsito (Deletran); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Polícia Rodoviária Federal (PRF); e Serviço de Operações Especiais (SOE) do Sistema Penitenciário de Mato Grosso (Sispen).

Fonte: Olhar Direto

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}