Notícias

Domingo, 06 de Junho de 2021 16:25

HEROÍSMO: Soldado morre após salvar criança de 12 anos que se afogava

Combatente chegou a ser levado ao hospital, mas, de acordo com o Corpo de Bombeiros, já chegou à unidade médica sem vida
Autor: José Boas / LEIA LUCAS

SÃO PAULO – O soldado da FAB – Força Aérea Brasileira - Mateus da Silva Santos, de 22 anos, morreu, vítima de afogamento, na tarde desta última sexta-feira (04), no litoral paulista.

Engajado da Base Aérea de Cumbica, Mateus passava o final de semana na casa dos pais, no Guarujá, quando resolveu ir com os amigos à praia. Em um determinado momento, o soldado teria avistado duas crianças se afogando e, mesmo sem nenhum treinamento específico para enfrentar a situação, se atirou na água e conseguiu resgatar um dos meninos, de 12 anos, das águas. No entanto, cansado pelo esforço feito, acabou sendo levado pelo mar e desapareceu.

Mateus servia a Força Aérea há três anos e foi influenciado a se tornar combatente pelo padrasto, que fez parte dos quadros da FAB na 2ª turma de 1995. O corpo de Mateus foi levado ao IML – Instituto Médico Legal – Paulista de Praia Grande. O caso foi registrado em Boletim de Ocorrência na Delegacia do município.

MEMÓRIA – Em 1977, o Sargento do Exército, Sílvio Delmar Holenbach, então com 33 anos, era vítima de um ataque de ariranhas no Zoológico de Brasília. Ele foi atacado pelos animais ao ver um menino, de 13 anos, cair no poço e correr o risco de ser morto. Após três dias suportando intensas dores em decorrência dos mais de 100 ferimentos pelo corpo, causados pelas mordidas que levou, o Sargento Holenbach não resistiu e morreu. Seu nome, hoje, é homenageado no poço das ariranhas do Zoológico da Capital Federal.

LEIA TAMBÉM: 14 ANOS - Ex-soldado do Exército é condenado por tráfico de drogas no norte de Mato Grosso

LEIA AINDA: Heroísmo e bravura de um jovem salvam duas crianças do fogo e da morte em Sinop

Fonte: Portal R7

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}