Notícias

Sábado, 22 de Maio de 2021 13:01

GREVE: Sintep de Mato Grosso rejeita proposta do governo e sinaliza com paralisação

Sindicato quer que professores só retornem às salas de aula após completa imunização dos profissionais, com as duas doses da vacina
Autor: José Boas

REDAÇÃO – Durante a última assembleia do SINTEP-MT, os dirigentes sindicais optaram por apresentar indicativo de greve e recusar a proposta do Governo de Mato Grosso em retornar às salas de aula sob a promessa de vacinação dos professores nas próximas semanas. Na ata da reunião, os representantes da categoria explicam que “os trabalhadores definiram que não retornarão às aulas presenciais, sem vacina e completa imunização dos profissionais, com as duas doses. A categoria deliberou por nova Assembleia Geral em 31 de maio, se necessário, com deflagração de greve, caso o governo insista no calendário de volta às atividades presenciais”.

TERCEIRA ONDA - O documento ainda destaca que, por maioria, os professores entendem que, sem a vacinação adequada, a melhor medida é manter as aulas na modalidade online e que uma nova avaliação da situação deve ser feita entre os dias 5 e 7 do próximo mês, onde a categoria poderá optar por atender a proposta de aulas em modelo híbrido. A principal argumentação dos trabalhadores é que o número de infecções por COVID-19 voltou a crescer nos últimos dias em diversas regiões de Mato Grosso: “... diante deste quadro, álcool gel e máscara não são suficientes”.

Os professores ainda lembram que autoridades de Saúde Pública, inclusive o secretário Gilberto Figueiredo, têm alertado para o surgimento da terceira onda de contaminações por COVID-19. 

LEIA TAMBÉM: EDUCAÇÃO: Deputado governista diz que Mato Grosso vacinará professores e faz apelo por retorno às aulas

LEIA MAIS: EDUCAÇÃO: Após ameaça de greve, Governo de Mato Grosso garante vacinação aos professores da rede pública

Fonte: SINTEP-MT

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}