Notícias

Domingo, 27 de Junho de 2021 17:29

ESCOLA EM CASA: Gilberto Cattani propõe que Mato Grosso adote política de educação domiciliar

PL defende a liberdade de escolha dos pais na educação de seus filhos
Autor: Carlos Gustavo Dorileo da Silva - Assessoria

CUIABÁ – O deputado estadual Gilberto Cattani (PSL) apresentou nesta última quinta-feira (24), o Projeto de Lei n° 560/2021, para que seja permitido, em todo o Estado de Mato Grosso, a adoção do ensino domiciliar, uma modalidade em que crianças e adolescentes podem ser educados pelos pais em suas casas.

O projeto de lei apresentado por Cattani defende a liberdade de escolha dos pais e prevê que um monitoramento seja feito pelo conselho tutelar local e pelas secretarias municipais de educação.

Na tribuna, durante sessão ordinária, o parlamentar recordou que a prática conhecida como ‘homeschooling’ já é usada de forma exitosa em diversos lugares do mundo e que precisa ser aplicada urgentemente no Brasil. 

“A educação domiciliar chamada de homeschooling já é muito utilizada em países de primeiro mundo e precisamos desta prática no nosso país, assim como em nosso Estado”, afirmou. 

No início deste ano, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) colocou a adoção do homeschooling em sua lista de prioridades para este ano entregue aos presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). 

Assim como no Congresso Nacional, existem propostas nesse sentido em várias assembleias legislativas e em câmaras municipais em todo o país.

LEIA AINDA: GÊNEROS: Cattani protocola Projeto que proíbe uso de “pronome de gênero neutro” em escolas de Mato Grosso (Publicado em 16.Jun.2021)

LEIA TAMBÉM: EDUCAÇÃO - Gilberto Cattani quer fim do panfletarismo ideológico nas escolas de Mato Grosso (Publicado em 28.Abr.2021)

Fonte: Assessoria de Comunicação do Deputado Estadual Gilberto Cattani

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}