Notícias

Domingo, 10 de Outubro de 2021 12:49

DIÁRIAS SUSPEITAS: Presidente da Câmara de Lucas do Rio Verde é acusado de uso indevido de diárias

Vereador teria feito viagem ao Paraná durante recesso parlamentar e não apresentou justificativa para, pelo menos, dois dias de diárias requisitadas
Autor: José Boas / LEIA LUCAS

REDAÇÃO – O vereador Daltro Figur (Cidadania), membro da base de apoio do prefeito Miguel Vaz (Cidadania) e presidente da Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde, poderá ser investigado por uso indevido de recursos públicos. O fato, até então sem precedentes na história do Legislativo Municipal, foi descoberto pelo jornalismo LEIA LUCAS a partir de uma denúncia anônima interna à Câmara, e teria ocorrido durante o último recesso parlamentar, entre os dias 16 e 22 de julho, incluindo um final de semana. Ao todo, cada diária custa aos cofres públicos R$ 700, ou um total de R$ 4.200 para uma semana de viagem.

JUSTIFICATIVA QUESTIONÁVEL - A viagem foi realizada, segundo alega o vereador, para conhecer projetos de piscicultura no interior do Paraná. Porém, os denunciantes questionam a alegação, lembrando que a região do Vale do Rio Verde tem uma das maiores indústrias de piscicultura de todo o Brasil, com produtividade em escala industrial e contando com tecnologia idêntica às encontradas nos maiores centros de processamento de pescado do mundo, como Japão e Noruega, por exemplo.

O documento que comprova a denúncia consta no Portal de Transparência da Câmara Municipal e indica que a viagem foi feita, mesmo durante o período de recesso da Casa de Leis.

POUCOS DOCUMENTOS, GRANDES GASTOS - Além disso, informa a fonte denunciante, o parlamentar entregou documentos insuficientes para justificar tamanho gasto, pois não há nenhuma nota fiscal de hotel, gasto com passagem aérea, combustível ou carro locado. O que consta nos autos, afirma a denúncia, são poucas e insuficientes notas de consumo com alimentação feita ao longo do caminho de 1.588 km entre Lucas do Rio Verde (MT) e Palotina (PR). Além disso, continua, há dois dias para os quais não foi apresentada uma só nota fiscal, sendo uma verdadeira incógnita aos advogados que analisam as contas onde foi investido o dinheiro dado ao vereador Figur.

O QUE PODE ACONTECER? – O caso poderá receber diversos tratamentos, desde que a denúncia seja feita pela Controladoria da Câmara. O vereador poderá ser chamado a se explicar por escrito; em um segundo caso, poderá ser chamado a devolver as diárias não justificadas, ou, ainda; ter que responder junto à Comissão de Ética da Câmara, tendo a perda de mandato como última pena possível, sob a acusação de improbidade no uso de recursos públicos, ficando proibido de concorrer a cargos eletivos por um período de 8 anos. 

LEIA TAMBÉM: LUCAS DO RIO VERDE: Rotatória feita pela gestão Miguel Vaz é “máquina de causar acidentes”, afirmam motoristas (Publicado em 08.Out.2021)

LEIA AINDA: SUBSERVIÊNCIA????: Noel Dias defende que Câmara de Lucas do Rio Verde aprove projetos do Executivo sem emendas ou questionamentos (Publicado em 05.Out.2021)

LEIA MAIS: JUSTIÇA: Limitar derruba exoneração de jornalista de seu cargo na Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde (Publicado em 29.Set.2021)

Fonte: LEIA LUCAS

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir

NOTÍCIAS

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}