Notícias

Terça-Feira, 27 de Julho de 2021 14:56

COMBATE À FOME: Ministra defende livre comércio de alimentos como forma de combater a fome

Tereza Cristina afirmou, ainda, que as políticas brasileiras de segurança alimentar combinam transferência de renda e apoio à produção sustentável
Autor: Estadão Conteúdo

BRASÍLIA – A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse na Pré-Cúpula de Sistemas Alimentares, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em Roma, que acabar com a fome “é um dos desafios mais urgentes de nossos tempos, juntamente com a erradicação da pobreza e o combate às mudanças climáticas”.

AVANÇOS - A ministra participou nesta segunda-feira, 26, do painel “Alcançando Fome Zero: Nutritiva e Sustentavelmente”, que tratou de soluções para erradicação da fome no mundo. Tereza Cristina reforçou, em seu discurso, que o esforço para acabar com a fome exige “mais comércio livre na agricultura”, além de transferência de tecnologia e aumento da capacidade produtiva.

Nos últimos 50 anos, o Brasil fez grandes avanços na alimentação de sua população. A ciência e a inovação modernizaram nossa agricultura. A oferta de alimentos aumentou, os preços baixaram”, disse Tereza Cristina. “No Brasil, a insegurança alimentar hoje está fortemente relacionada a acesso, e estamos trabalhando muito para superá-la.”

COMBINAÇÃO DE FATORES - A ministra afirmou, ainda, que as políticas brasileiras de segurança alimentar combinam transferência de renda, apoio à produção sustentável e suprimento e acesso adequados a alimentos. “Neste empreendimento, qualidade, dados e monitoramento são essenciais”, afirmou. “Dessa forma, podemos direcionar as políticas de forma mais eficiente para aqueles que mais precisam.”

A representante afirmou que os programas de compras governamentais, incluindo os voltados para alimentação escolar, direcionam alimentos para grupos mais vulneráveis da sociedade e promovem hábitos alimentares saudáveis ao mesmo tempo em que proporcionam renda a agricultores familiares. “São políticas que podem ser facilmente replicadas em outros países e com impacto significativo.

Está prevista também a presença da ministra no Primeiro Fórum de Ministras da Agricultura das Américas, evento organizado pelo Instituto Interamericano para Cooperação para a Agricultura (IICA).

Foto: Prefeitura Municipal de Londrina - Paraná

LEIA TAMBÉM: GIGANTE: “Deu salada para 20 refeições”, diz produtora que colhe pé de alface com 1,1kg (Publicado em 24.Jul.2021)

LEIA AINDA: PROGRAMA SOCIAL: Governo Federal planeja lançar novo programa social até novembro (Publicado em 12.Jul.2021)

Fonte: Canal Rural

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}