Notícias

Segunda-Feira, 31 de Maio de 2021 17:50

CINEMA: Moradora de Lucas do Rio Verde participa de documentário sobre catadores de recicláveis em Cuiabá

Dona Maria Conceição mora em Lucas do Rio Verde e passa, de 15 a 20 dias por mês, trabalhando na coleta de recicláveis em Cuiabá
Autor: José Boas / LEIA LUCAS

LUCAS DO RIO VERDE – Estreia na próxima quarta-feira (02), em Cuiabá, o documentário “Olha Aqui/Vida Lixo”, do produtor Rogério Santana, com imagens do fotógrafo Fernando Rodrigues. A obra conta a história de pessoas que trabalham em um lixão da capital mato-grossense, como Dona Maria Conceição, moradora de Lucas do Rio Verde, que passa de 15 a 20 dias do mês em um barracão construído no local e depois volta para casa.

A protagonista da história é dona Miguelina, moradora de Várzea Grande, que vive no lixão de Cuiabá e só vai para casa aos sábados, retornando na segunda-feira para começar mais uma jornada. Apesar dos seus 70 anos de idade, ela conta que precisa trabalhar para conseguir o sustento.

INSPIRAÇÃO - Sobre a obra, Fernando Rodrigues conta: “A ideia de produzir o documentário surgiu depois que aceitei um convite do Rogério para fotografar uma ação do grupo 'Amigos Solidários de Cuiabá', que ocorreu no aterro sanitário da cidade para doação de cestas básicas e roupas.  Durante as fotos, surgiu o interesse em mostrar a vida dos trabalhadores que dependem daquele local para sobreviver”.

ESTREIA – Para quem desejar assistir a estreia do documentário, precisa ir ao Cine Teatro de Cuiabá, na Avenida Presidente Getúlio Vargas, 247, no Centro. A exibição começa às 20h e a entrada é 1kg de alimento não perecível. Toda a arrecadação será convertida em cestas básicas que serão entregues às pessoas que trabalham no lixão.

LEIA TAMBÉM: CULTURA GERAL: Clube do Livro de Lucas do Rio Verde realiza 1º Rolê Cultural da cidade

LEIA AINDA: CULTURA: Poetisas ganhadoras do Concurso de Poesias de Lucas do Rio Verde são premiadas

Fonte: Olhar Direto

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}