Notícias

Segunda-Feira, 12 de Julho de 2021 13:48

CASO BRAGA: Bombeiros teriam se negado a levar vendedor de espetinhos para o hospital em Lucas do Rio Verde, diz testemunha

Afirmação foi feita em depoimento à Polícia Civil, em inquérito que investiga as circunstâncias
Autor: José Boas / LEIA LUCAS - Com informações do Portal Terra MT Digital

REDAÇÃO – Uma das testemunhas ouvidas pela Polícia Civil no inquérito que investiga a morte de Isamael Braga de Lima (40 anos) na madrugada de sábado (10), disse aos investigadores que os bombeiros que atenderam o chamado de socorro se negaram a levar o homem ao hospital. O fato ocorreu em Lucas do Rio Verde e Braga acabou morrendo, vítima de infarto, horas depois, sem atendimento médico adequado, em uma quitinete no centro da cidade.

A testemunha, M. L. S. S., afirmou que estava com Braga desde que ele começou a passar mal, por volta das 02h14min. Braga então teria chamado um transporte através de aplicativo. Às 02h30min o veículo chegou e, conta a mulher, Braga já apresentava sinais claros de mal-estar, pedindo para ser levado para sua casa. Como o incômodo não passava, a testemunha relata que implorou ao motorista para leva-los ao hospital, mas ele se negou, alegando ter outras corridas para fazer. 

Ainda de acordo com M.L. S.S., ela e Braga então se sentaram no meio-fio da calçada. Vendo a vítima passando mal, mas sem condições físicas para movê-lo, começou a gritar por socorro. Um vigilante de uma farmácia próxima apareceu e ligou para o Corpo de Bombeiros, pedindo auxílio.

A VERSÃO DA TESTEMUNHA – A mulher, então, diz que os Bombeiros vieram ao local, mediram a pressão de Braga, mas também se negaram a levar o homem para o hospital: “... disseram que isso era só cachaça”, afirmou no Boletim de Ocorrência. Ela teria ainda implorado aos combatentes que levassem a vítima, mas novamente teve seu pedido negado.

Eles disseram que não tinha necessidade”, teriam afirmado os Bombeiros.

M.L. S.S. ainda contou que ficou com Ismael Braga até as 05h e que ele piorava ainda mais. Ela teria, então, caído no sono e, às 07h30min, após ser acordada por uma funcionária de Ismael, notou que ele não respirava e estava com as mãos roxas.

Segundo informações repassadas pelo jornalista Joatan de Souza, o Portal Terra MT Digital chegou a entrar em contato com o Major Alex, do Corpo de Bombeiros. O oficial teria declarado que a guarnição apresentou outra versão para o fato, mas que o Comando Regional do Corpo de Bombeiros foi informado sobre o acontecimento e uma sindicância interna será aberta para averiguar o que aconteceu e o que teria levado Braga à morte. 

LEIA TAMBÉM: ENCONTRADO MORTO: Em Lucas do Rio Verde, homem é encontrado sem vida dentro de quitinete (Publicado em 10.Jul.2021)

LEIA AINDA: PEDIDO DE AJUDA: Futura mamãe de Lucas do Rio Verde pede ajuda para fazer enxoval de seu bebê (Publicado em 26.Jun.2021)

Fonte: LEIA LUCAS - com informações Terra MT Digital

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}