Notícias

Segunda-Feira, 05 de Abril de 2021 19:53

BR-163 - Mais uma vez, Rota do Oeste assume compromisso de concluir duplicação em Mato Grosso

Minuta do termo de ajustamento de conduta foi protocolado pela concessionária na ANTT no início desta semana
Autor: José Boas

A concessionária Rota do Oeste, responsável pela administração de trecho de mais de 800km da BR-163, que corta Mato Grosso de norte a sul, voltou a assumir o compromisso de concluir as obras de duplicação da rodovia. O compromisso faz parte do termo de ajustamento de conduta assinado no início desta semana e protocolado na ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, em Brasília – DF.

ERA PARA SER, MAS NÃO FOI - De acordo com o cronograma original, assinado quando a concessionária assumiu a administração do trecho, deveria estar pronto desde 2019. No entanto, alegando falta de recursos e tendo sua mantenedora, a empreiteira Odebrecht, citada em diversos escândalos financeiros ocorridos durante os governos de Luis Inácio Lula da Silva e Dilma Roussef (ambos do PT), as obras acabaram ficando para trás e até mesmo a validade do contrato assinado entre o Governo Federal e a Rota do Oeste foi questionado diversas vezes.

COMO FICOU - A partir de agora, de acordo com as deliberações da ANTT, a empresa terá três etapas para cumprir. No primeiro prazo, que precisa ser cumprido em, no máximo, 3 anos, entram os trechos considerados de alta prioridade, como o trecho entre Lucas do Rio Verde e Sinop; o segundo prazo é de 4 anos, para os trechos considerados de média prioridade, e compreendem o espaço entre o Posto Gil e Nova Mutum. Por fim, para os trechos considerados de baixa prioridade, entre Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, a concessionária terá até 2026 para concluir as obras.

Fonte: ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}