Notícias

Terça-Feira, 20 de Abril de 2021 13:26

AUTORIZADO - ANVISA dá sinal verde para coquetel anti-COVID19 para tratamento precoce

Novo medicamento estava na lista de avaliações da ANVISA e poderá ser usado por hospitais, com restrições
Autor: José Boas

BRASÍLIA – Como anunciado recentemente pelo jornalismo LEIA LUCAS, a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária avaliava a liberação de um coquetel de medicamentos para o controle e combate à COVID-19 desenvolvido em parceria pelos laboratórios Roche e Regeneron Pharmaceuticals (leia matéria completa aqui). Na manhã desta terça-feira (20) foi divulgada a informação de que os técnicos da Agência formaram opinião de que os medicamentos poderão ser usados em pacientes na luta contra a doença.

COM RESTRIÇÕES – Apesar da boa notícia, por enquanto o mix de medicamentos casirivimabe + imdevimabe  está liberado apenas para uso hospitalar, em pacientes que já tenham completado 12 anos e em adultos, desde que tenham no mínimo 40 kg, que não necessitem de suporte ventilatório e que tenham alto risco de desenvolver forma grave da doença.

Estudos da ANVISA demonstraram que o coquetel apresentou uma redução relevante nos sintomas de pacientes hospitalizados e ajudou a reduzir o número de mortes em decorrência do agravamento de quadros respiratórios. Além disso, destacou Gustavo Mendes, gerente-geral de Medicamentos da Anvisa, o tratamento com o novo coquetel reduziu a disseminação da doença entre pessoas com comorbidades.

APOIO DE TRUMP – Antes mesmo de ser testado no Brasil, o coquetel foi amplamente defendido pelo ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Ainda no ano passado, ao ser diagnosticado com COVID-19, Trump disse ter usado o medicamento e que ele o ajudou a se livrar do vírus. Nos EEUUA, o regen-cov está liberado para uso emergencial nos EUA desde novembro do ano passado, também seguindo as mesmas restrições.

Fonte: Jornal de Brasília

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}