Notícias

Domingo, 10 de Outubro de 2021 14:49

APREENSÃO MILIONÁRIA: Polícia de Mato Grosso apreende R$ 1 milhão em defensivos contrabandeados da Bolívia

Ação ocorreu na MT-010, em Ipiranga do Norte, região meio-Norte do estado
Autor: Polícia Militar de Mato Grosso

CUIABÁ – Policiais da Patrulha Rural prenderam um casal que transportava duas toneladas de defensivos agrícolas contrabandeados da Bolívia. A prisão ocorreu neste sábado (09.10), em Ipiranga do Norte (109km de Lucas do Rio Verde).  A carga ilegal está avaliada em R$ 1 milhão (foto no final da matéria). 

A equipe da Polícia Militar de Força Tática realizava patrulhamento rural no município, quando montaram bloqueio policial no entroncamento entre as rodovias MT-010 e a MT 484. Durante a abordagem e checagem de veículos, os policiais verificaram um caminhão Mercedes Benz que transportava equipamentos de construção civil (betoneira e munk). 

FLAGRANTE - Durante a checagem ao veículo, o motorista que estava acompanhado de uma mulher, demostrou nervosismo com a presença policial. O homem não soube dizer qual seria o destino final da sua viagem. No caminhão, os policiais localizaram embaixo de uma lona diversas caixas de inseticidas de uso agrícola (Thiametozix 70); totalizando mais de dois mil pacotes (1 kg cada). 

O motorista confessou que não tinha nota fiscal dos produtos e que a mercadoria ilegal era de origem da Bolívia. Os suspeitos receberam voz de prisão por contrabando. O veículo e toda a carga foram apreendidos e entregues para a Polícia Civil.

LEIA AINDA: FLAGRANTE: Polícia de Mato Grosso prende quadrilha traficando R$ 700 mil em agrotóxicos (Publicado em 09.Out.2021)

LEIA MAIS: FURTO DE MILHO: Polícia de Mato Grosso prende dois acusados de furtar carreta com milho (Publicado em 25.Ago.2021)

Fonte: Governo do Estado de Mato Grosso

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir

NOTÍCIAS

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}