Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020

Notícias

Quarta-Feira, 18 de Março de 2020 13:54

Leitão ignora Jorge Yanai e erra ao dizer que será o primeiro senador do nortão de MT

O ex-deputado Nilson Leitão (PSDB), oficializou na quinta-feira passada (12), a candidatura para disputar a eleição suplementar de senador por Mato Grosso, que seria realizada no dia 26 de abril, mas foi adiada pelo Tribunal Superior Eleitoral para data indeterminada devido a pandemia do novo coronavírus.

Na campanha, o ex-prefeito de Sinop tem dito à imprensa que será o primeiro senador do norte do estado, quando, na verdade, a região já teve um representante no Congresso Nacional, o atual pré-candidato a prefeito de Sinop, Dr. Jorge Yanai, atualmente no partido PODEMOS.

"O nortão de Mato Grosso nunca teve um senador da república e é importantíssimo", disse Leitão à Radio 93 FM. Contudo, de 06 de maio à 05 de setembro de 2010, Yanai - que era segundo suplente de Jonas Pinheiro e primeiro suplente de Gilberto Goellner - exerceu o mandato em virtude da licença médica de Goellner que, por sua vez, havia assumido a vaga após o falecimento de Pinheiro em 2008. Não só se tornou o primeiro senador do nortão como o primeiro senador de origem japonesa em uma pátria estrangeira da história.
 
Seu desempenho durante os quatro meses daquele ano foi pautado por apresentações de projetos de leis e a briga pelos modais de transporte de Mato Grosso e questões sociais, principalmente na área da saúde. Foi dele, por exemplo, o projeto que dobrava alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - de 9% para 18% - incidente sobre empresas produtoras de cigarros, cigarrilhas e charutos de tabaco, tendo em vista diminuir o consumo no país.

Além disso, na vida política, o obstetra se elegeu deputado estadual em 1990, onde ficou até 1994. Foi também deputado estadual eleito e atualmente, ele é suplente do senador Wellington Fagundes.

Fonte: Assessoria

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}