Domingo, 26 de Janeiro de 2020

Notícias

Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019 07:18

Destinação de recurso público ao Luverdense Esporte Clube divide opiniões em Lucas

Autor: Redação

A proposta foi feita pelo vereador Jiloir Pelicioli, o Mano, que acompanhou a assembleia realizada pelo Luverdense Esporte Clube, no sábado, 7 de dezembro. Na ocasião, foi eleito presidente Guilherme Lawisch, filho do presidente fundador Helmute Lawisch.

Sensibilizado com a situação financeira caótica do clube, que teve dificuldade até para conseguir formar uma nova diretoria, Jiloir se comprometeu a apresentar uma emenda ao orçamento do município, destinando R$1,5 milhão ao clube. Na mesma assembleia, Helmute, que responde pelo clube até o final do ano, revelou o interesse em transformar defitivamente o Luverdense em clube empresa.

No início da semana, em sessão ordinária da Câmara de Vereadores, foi apresentada a emenda ao orçamento para o ano de 2020, e aprovada, sob a alegação de que o clube seria um patrimônio simbólico do município.

Nas redes sociais, as opiniões dos internautas, em sua maioria, foram contrárias à destinação dos recursos ao clube, que apesar da conquista da Copa FMF, foi rebaixado no campeonato brasileiro e disputa a Série D em 2020. Os internautas lembraram que o município passa por dificuldades para investir em áreas prioritárias como saúde, educação e infra estrutura, e não seria justo investir recurso público em uma entidade que, mesmo sendo um clube esportivo, visa lucro e tende a ser sustentável.

Depois de incluso no Orçamento do município para o ano de 2020, o recurso pode ser sancionado ou vetado pelo Prefeito Luiz Binotti. Em sua gestão, o município tem dado o apoio estrutural ao clube, sempre que possível. Em 2017, o Luverdense começou a disputa da série B do campeonato brasileiro mandando seus jogos em Cuiabá, pois o estádio Passo das Emas não atendia às exigências da CBF. As melhorias foram feitas e o clube pôde receber, por exemplo, o Internacional de Porto Alegre, em uma partida que terminou empatada.

A destinação de recursos solicitada pelo vereador Mano, no entanto, é uma novidade, e parece que não obteve o apoio popular. Mesmo estando no chamado país do futebol, onde a grande maioria da população tem seu time do coração, e gosta de acompanhar, a proposta ainda deve ser muito discutida. Até sua aprovação, ou veto.

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}