Maria Rossato: Da vida simples no Sul ao cargo de secretária de Finanças de Lucas

» Semana da Mulher

Por Da redação em 07 de Março de 2013 ás 07:30

Leia Lucas

Hoje você irá saber um pouco sobre a Mulher que ocupa uma das pastas mais importantes do Poder Público de Lucas do Rio Verde.

Secretaria de Finanças do Município, Maria Marin Rossato mostra toda a sua competência em administrar uma das pastas mais importante do Municipio.

Maria Aparecida Marin Rossato nasceu em 05 de Setembro de 1964, na cidade de Nova Palma, no Rio Grande do Sul, em uma família de 07 irmãos.

Da infância, ela recorda dos amigos e da maneira como se divertiam. “Tudo era mais saudável, hoje a juventude exagera e acaba se prejudicando, faltam limites, mas a aproximação com a família pode mudar esse quadro”. Após se casar, ainda no Sul do Brasil, Maria veio para o Mato Grosso, na cidade de Sorriso, isso há vinte e cinco anos atrás.

Em Lucas do Rio Verde, Maria foi professora na Escola Estadual Ângelo Nadin, e ingressou no serviço público em 1998. Sempre estudiosa, se formou em Ciências Contábeis, e é Pós Graduada em Controladoria Interna.

 Responsável por uma pasta historicamente ocupada por homens Maria garante que nunca teve problemas por ser mulher.

Satisfeita com a receptividade por parte de seus interlocutores, a secretária afirma que suas principais virtudes são a calma e a capacidade de negociação. Sobre o estágio alcançado pelas mulheres na sociedade atual, ela acredita que cada uma tem seus méritos.  “A figura feminina é capaz de desempenhar várias funções ao mesmo tempo, trabalhando fora, sendo Mãe, Esposa e Companheira. Para realizar essas tarefas, é preciso se organizar, mas as mulheres conseguem”.

Sua principal alegria foi o nascimento do filho Ricardo, hoje com 28 anos. A secretária de Finanças do Município, Maria Aparecida Rossato é viúva e mora com o filho. Ela considera a data de 08 de março importante para que as mulheres não desistam da luta, que continuem buscando suas conquistas e escrevendo suas histórias.

“Através da participação na política, a mulher vai se consolidar no desenvolvimento de seu papel na sociedade”. Maria Aparecida finalizou com felicitações às funcionárias públicas, colegas de trabalho, e todas as mulheres luverdenses.

“Somos inteligentes, carinhosas, batalhadoras, delicadas e sensíveis... Somos românticas, sensuais e sinceras... Somos mulheres, somos guerreiras”!