Presidente admite burocracia, mas alega que 8 mil vão ao Detran sem necessidade

» Segurança

Por RDNews em 16 de Abril de 2018 ás 05:24

Dos mais de 13 mil atendimentos que o Detran realiza em Mato Grosso por mês, 8 mil vão ao órgão apenas para emitir taxas de pagamento, sendo que o processo pode ser feito de casa, via internet. O número representa 61% dos que se dirigem à autarquia. Os números foram apresentados pelo presidente do órgão Thiago França, em visita à sede do RDNews em entrevista ao RDTV.

Para melhorar a comunicação entre Detran e população, o titular do órgão explica que um dos mecanismos é investir em tecnologia, como a CNH online, na qual o cidadão abre o processo via internet, realiza os exames e aguardar receber a Carteira em casa. “Cidadão precisa entender nossos serviços, para que serve o Detran para vida dele”, explica.

Thiago explica que um dos entraves não é o Detran, mas sim imposições do Denatran e Contran, órgãos máximos da política nacional do trânsito. Segundo o presidente, as medidas vem “de cima para baixo” inviabilizando a prestação de serviços, como aplicar multa aos cidadãos. 

Para a melhoria dos serviços, o presidente pontua ainda que existe um trabalho para descentralizar os serviços do Detran, com intuito de diminuir as intermináveis filas dentro do órgão. Exemplo disso foi abertura de uma filial no Shopping Goiabeiras que atendem cerca de 250 pessoas por dia.

Há previsto também para a reabertura do órgão na Galeria Itália, em 8 de abril, no aniversário de Cuiabá; no Cristo Rei, em Várzea Grande; e em Rondonópolis. “Cada vez mais preciso criar mecanismo para criar a interação com a população”, sustenta.

Outra medida que Thiago França, que está há 60 dias no cargo, pretende exercer é desmitificar o papel institucional do Detran, que ao longo dos anos perdeu. “Na cabeça da sociedade é um órgão arrecadador ou cartorário. Detran é mais que isso”, explica.

O presidente do Detran argumenta que o Departamento é responsável por uma das políticas públicas mais importante, o trânsito, que mato mais gente do que homicídio. “O Detran é responsável na indução da educação do trânsito, formação do condutor, que é o grande problema hoje. Raiz do problema é a má formação do condutor”, alega.

Maio Amarelo

Diante do problema, o órgão faz um trabalho de conscientização no maio amarelo, que é o mês internacional da segurança viária. As ações voltadas aos motociclistas, educação e segurança no trânsito. “Hoje é o maior problema de saúde pública do país. Só no pronto socorro de Cuiabá para se ter ideia cada 10 acidentes de trânsito, 7 são motociclista”, sustenta.

Outra proposta que será lançada no mês será no foco de crianças para a conscientização do trânsito. “Justamente para contribuir na formação desses novos cidadãos e condutores. Levar sentimento de civilismo para essas crianças futuros condutores”, sustenta.

» Mais Imagens