Agentes frustram tentativa de fuga no CDP em Lucas

» Segurança

Por Sergio Nery em 10 de Novembro de 2017 ás 06:08

arquivo prefeitura

Segundo informações de uma fonte mantida em sigilo, a tensão aconteceu na noite de quinta e início da madrugada de sexta-feira, no Centro de Detenção Provisória de Lucas do Rio Verde. Detentos do chamado “setor de convívio”, que consiste em seis celas, que abrigam cerca de 140 reeducandos se rebelaram.

Eles passaram a bater as grades na tentativa de acessar os corredores da unidade prisional para concretizarem a fuga. A equipe de plantão acionou os Agentes que estavam de folga e contou com o apoio do Serviço de Operações Especiais. Disparos foram efetuados para conter os ânimos dos rebelados.

No domingo, segundo a fonte, um motim já havia sido registrado na unidade prisional em Lucas do Rio Verde. Por conta da ação, três reeducandos foram transferidos para unidades prisionais da região. A superlotação é um dos maiores problemas da unidade. Presos condenados cumprem pena no espaço, um Centro de Detenção Provisória, que deveria ser uma unidade de transição. Os motins podem ser relacionados com a ordem dada pelo Comando Vermelho, uma das maiores organizações criminosas do Brasil, na semana passada.

Em Rondonópolis, detentos da Penitenciária da Mata Grande explodiram o muro na madrugada desta sexta-feira (10). Com a explosão 32 homens conseguiram fugir do raio 3. O buraco na parede tem aproximadamente 4 metros de diâmetro, até o momento cinco foram recapturados pela Polícia Militar.

Durante a madrugada houve troca de tiros entre pessoas que estavam pelo lado de fora da penitenciária e os agentes prisionais. Segundo as informações quem explodiu o muro foram terceiros que estava pelo lado de fora ajudando na fuga dos detentos e usaram dinamites para efetuar a explosão que aconteceu entre o raio 2 e 3.

» Mais Imagens