Mulher confessa o assassinato do amante que ajudou a matar seu marido há 1 ano

» Polícia

Por RDNews em 25 de Março de 2018 ás 06:05

Após confessar mandar matar marido em 2016, Cléia Rosa dos Santos, 35 anos, foi presa na manhã deste sábado (24), após praticar o mesmo ato contra o suposto amante, em Sinop (a 503 km de Cuiabá). Além do assassinato do marido Jandirlei Alves Bueno, Cléia planejou a execução de Adriano Gino, que teria executado o primeiro assassinato a mando dela.

Agora, após um ano da morte de Jandirlei, Cléia Rosa dos Santos, voltou a ser suspeita e foi questionada pela polícia, a qual confessou a participação em ambos os crimes. Além dela, outros dois homens foram presos suspeitos de envolvimento na morte de Adriano.

Segundo investigações da polícia, Jandirlei Alves Bueno foi gravemente ferido com facadas em outubro de 2016, socorrido com vida e internado, mas faleceu dois meses após o incidente.

Desta vez, Cléia teria encomendado a morte de Adriano por dois guardas-noturnos, que cometeram o crime na tentativa de tentar forjar um latrocínio, e atrapalhar as investigações da polícia.

Cléia ainda teria dopado Adriano até que os guardas chegassem e golpeassem Adriano com uma enxada, depois, enterrado em um terreno afastado da cidade. Os dois foram presos e confessaram a participação, mas ainda não tiveram as identidades reveladas.

 

» Mais Imagens