Mauro explica casa para seguranças e alfineta Taques; Ele gastava R$ 400 mil com jatinho

» Mato Grosso

07 de Fevereiro de 2019 ás 07:20

RepórterMT/Reprodução

O Governador Mauro Mendes (DEM) comentou sobre a polêmica envolvendo o aluguel de um imóvel no condomínio de luxo Aphaville, no valor anual de R$ 109, 2 mil, para acomodar sua equipe de seguranças.

O Governador, que também mora no local, foi criticado pela medida, principalmente por causa do cenário de crise financeira, sendo que o próprio Executivo aprovou uma série de leis para reequilibrar as contas do Estado, que apresenta um déficit de R$ 3,9 bilhões em dívidas e restos a pagar.

Em entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, Mauro explicou que seria impossível alugar uma residência para os seguranças fora do condomínio, pois levaria muito tempo para eles entraram no Alphaville numa situação de emergência. “Uma segurança sendo feito dessa maneira seria inviável”, enfatizou nesta quarta-feira (6).

Ele aproveitou para alfinetar o ex-governador Pedro Taques (PSDB) ao dizer que o tucano gastava R$ 400 mil por mês com aluguel de jatinho, “andando para lá e para cá”, e que na época não ouviu ninguém questioná-lo por isso.

Ainda sobre a questão do aluguel no Alphaville, o Gabinete de Comunicação do Estado (Gcom-MT), ressaltou em nota, que desde o governo Blairo Maggi, “o Estado promove a locação de imóvel para garantir a segurança e integridade do chefe do Poder Executivo, sempre no local mais próximo possível da residência do governador”.

Segundo o Gcom, a medida de segurança é padrão em todos os Estados brasileiros e, em Mato Grosso, está regulamentada pela Lei Complementar Nº 566, de 20 de maio de 2015, atualizada em 28 de janeiro de 2019 pela Lei Complementar Nº 612.

O valor da locação está na mesma faixa de preço dos imóveis locados para a segurança dos ex-governadores do Estado.

 

 

Fonte: http://www.reportermt.com.br/geral/mauro-explica-casa-para-segurancas-

» Mais Imagens