Silval aciona Rogério Gallo na justiça por difamação e pede explicações

» Mato Grosso

Por Olhar Direto em 03 de Fevereiro de 2019 ás 09:01

O ex-governador Silval Barbosa entrou com uma ação no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), solicitando explicações ao secretário de Fazenda do Estado, Rogério Gallo, por declarações feitas a imprensa, as quais ele classificou como difamatória.

A defesa do ex-chefe do Executivo, patrocinada pelo advogado brasiliense, Délio Lins, que é presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Distrito Federal, relacionou na ação trechos de matérias e reportagens jornalísticas, em que Gallo culpa Silval pela enorme crise financeira que Mato Grosso vive atualmente.

Em uma das matérias, conforme a petição, Gallo declarou que Barbosa deveria ‘ser dependurado em praça pública, para todos que por ali passar, reconhecer nele o cara que desestabilizou profundamente o Estado de Mato Grosso’.

Também foi relacionado na petição, uma reportagem em que o secretário de Fazenda afirma que Silval ‘aprovou, no último semestre de 2014, 14 leis de carreira, completamente irresponsáveis.

O documento, por fim, diz que não é função de um secretário de Fazenda aprovar ou reprovar condutas, sobretudo de modo politiqueiro como Gallo fez, ‘defendendo vergonhosamente’ a gestão de Pedro Taques (PSDB), único governador da história de Mato Grosso não reeleito.

Rogério Gallo foi secretário de Fazenda de Pedro Taques por um ano e foi um dos dois secretários sobreviventes da gestão a continuar no cargo, com entrada de Mauro Mendes (DEM).

A secretaria de Fazenda, até o momento não se pronunciou sobre o assunto. 

 

» Mais Imagens