Deputado se diz inseguro e pede revista em servidores

» Mato Grosso

Por Gazeta Digital em 18 de Janeiro de 2019 ás 05:54

O deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (17) que se sentiu inseguro ao participar da sessão do dia anterior, momento que o parlamento aprovou em 1ª votação, sob protestos, os projetos que regulamentam a Revisão Geral Anual (RGA) e instituem o novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) 

 “Eu me senti inseguro em votar ontem. Comuniquei isso ao presidente. A votação foi nominal. Mas eu me senti inseguro. Espero que o presidente tome algumas medidas. Não estou falando em fechar o plenário. Mas estou falando em ter uma revista para que a gente tenha mais segurança. Para que aumente o efetivo da casa nessas votações mais polémicas”, afirmou Maluf.  

Os projetos fazem parte do pacote de mensagens enviado pelo governador Mauro Mendes (DEM) ao Legislativo para tirar o Estado da crise. A sessão foi tumultuada em razão da grande presença de servidores que protestaram.      

Em alguns momentos o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (DEM), precisou suspender os trabalhos em razão de gás de pimenta. Maluf não acredita que a substância tenha sido propagadas por profissionais da segurança.    

 “Jogar gás de pimenta no plenário? Essa arma nós não temos aqui na segurança da assembleia. Eu nunca providenciei gás de pimenta para nenhum segurança aqui. Eles não têm ordem para lançar isso contra deputados. Desculpa, mas eu acho que e uma incoerência", finalizou.

 

» Mais Imagens