Responsáveis por saquear carga podem pegar oito anos de prisão

» Mato Grosso

Por Olhar Direto em 27 de Setembro de 2018 ás 07:26

Os responsáveis por saquear 27 toneladas de carne bovina, de uma carreta que tombou na tarde da última terça-feira (25), em Nova Mutum (241 Km de Cuiabá), podem pegar até oito anos de prisão. A Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) da cidade abriu inquérito e trabalha na identificação de todos os envolvidos. Os produtos estavam avaliados em R$ 260 mil.

 “Nós abrimos um inquérito de furto por conta do saque que houve na tarde de ontem, após o acidente com a carreta. O próprio motorista conseguiu anotar algumas placas e com ajuda da Concessionária Rota do Oeste foi possível chegarmos a alguns nomes. Todos os autores serão autuados por furto”, explicou a delegada Angelina Andrade Ferreira Ticianel ao Olhar Direto.

Além disto, a delegada também informou que quem auxiliou no furto também será autuado: “Neste caso, quando era mais de uma pessoa, já é classificado como furto qualificado. Quem agiu sozinho pode pegar de um a quatro anos, enquanto que os outros podem pegar de dois a oito anos. Estamos recebendo várias imagens das pessoas”.

A delegada também confirmou que a carga estava avaliada em R$ 260 mil. Um boletim de ocorrências foi feito pelo motorista do caminhão nesta quarta-feira. O homem não se feriu no acidente e nada pode fazer para evitar o saque.

O caso

De acordo com informações da Concessionária Rota do Oeste, que administra a via, uma carreta do modelo Iveco 460 carregado com 27 toneladas de carne, seguia sentido sul pela BR-163 em Nova Mutum, quando acabou tombando.

Com isso a carga ficou espalhada pelo meio da pista. Populares se aproximaram e começaram a saquear a carga.  No veículo estavam cerca de 700 peças de carne. O motorista sofreu pequenas escoriações e não quis receber atendimento médico.

 

» Mais Imagens