Projeto propõe a universalização do esgoto em Lucas do Rio Verde

» Lucas do Rio Verde

Por Ascom Prefeitura/Carolina Matter em 27 de Abril de 2019 ás 08:06

Promover melhorias na qualidade de vida das pessoas e ofertar serviços de excelência são fatores essenciais para o desenvolvimento econômico e social de um município. Neste sentido, a gestão do prefeito Luiz Binotti tem feito investimentos em todas as áreas para garantir a satisfação dos luverdenses.

Entre os setores que receberão investimentos está o saneamento, um dos sistemas que traz mais benefícios à população. Estrutura relevante, o saneamento básico inclui os serviços de água tratada, coleta e tratamento do esgoto, ou seja, conjunto de serviços, infraestruturas e instalações relativas ao abastecimento de água potável, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos e drenagem e manejo das águas pluviais.

No sentido de universalizar a rede em Lucas do Rio Verde, a prefeitura protocolou essa semana na Câmara de Vereadores um projeto de lei que viabiliza um investimento na ordem de R$ 34 milhões. Este recurso, de acordo com a proposta, será destinado à aquisição de máquinas, equipamentos e materiais, compra de um ônibus para a Educação e a implantação de uma usina de asfalto.

Conhecida tecnicamente como usina CBUQ – Concreto Betuminoso Usinado à Quente –, a estrutura contará com equipamentos e materiais para produção de asfalto a ser utilizado na pavimentação e recapeamento das ruas e avenidas da cidade. Com uma usina própria será possível economizar cerca de 30% nos serviços de pavimentação.

Também está prevista nestes recursos a execução do sistema de esgotamento sanitário nos bairros Bandeirantes e Parque das Emas e Loteamento Dalmaso. Além de favorecer com a saúde dos moradores, a cidade com saneamento básico, valoriza os imóveis em torno de 14% mais do que em áreas sem os serviços, conforme levantamento do Instituto Trata Brasil.

“Sabemos que tratamento de esgoto é tratar de saúde pública. Há um estudo da Organização Mundial da Saúde que mostra que cada real investido em saneamento, são economizados R$ 4 em investimento na saúde. Além, é claro, da valorização dos imóveis. Isso é saúde pública, é valorização do bairro, é o tipo de obra, subterrânea, que até pouco tempo atrás a população não ligava muito, mas hoje a consciência mudou. Tenho certeza que a população e os vereadores de Lucas do Rio Verde vão apoiar essa iniciativa considerando todos os benefícios que estes investimentos trazem para nossa cidade”, enfatizou o prefeito Luiz Binotti.

Atualmente, Lucas do Rio Verde conta com cerca de 30% de cobertura da cidade com coleta e tratamento de esgoto sanitário, o que representa aproximadamente de 6,5 mil ligações.

 

» Mais Imagens