Em coletiva, prefeito Luiz Binotti apresenta demandas solicitadas aos governos Federal e Estadual

» Lucas do Rio Verde

Por Ascom Prefeitura/Carolina Matter em 22 de Fevereiro de 2019 ás 06:41

O prefeito de Lucas do Rio Verde, Luiz Binotti, reuniu a imprensa local na manhã desta quinta-feira (21) para esclarecer detalhes das visitas e solicitações feitas na última semana em Brasília e em Cuiabá. O gestor participou de diversos encontros, acompanhado do deputado federal Neri Geller e dos vereadores Airton Callai e Marcos Paulista.

Durante o encontro, o prefeito explanou que esteve no Ministério do Desenvolvimento Regional, antigo Ministério das Cidades, buscando esclarecimentos sobre a liberação de recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) de mais de R$ 4 milhões, que deveriam estar disponíveis para construção de duas unidades escolares (creche e escola) desde a construção das casas populares do residencial Vida Nova.

 “Na época de construção das casas, já deveriam ter sido feitas uma escola, uma creche e um PSF, o PSF o município conseguiu fazer, mas estamos fazendo uma gestão no ministério para a liberação destes recursos. Também estamos pleiteando junto ao governador a retomada das obras da Escola Estadual Tarsila do Amaral.”

Durante a coletiva, o prefeito anunciou a construção de uma escola municipal no bairro Jaime Seiti Fujii.

 “Já lançamos o edital e abertura da licitação será dia 18 de março, será uma escola municipal com 20 salas de aula, laboratórios, outras salas de apoio e todos os demais equipamentos necessários. Nossa expectativa é que esta unidade atenda nossos alunos já para o próximo ano letivo”, destacou Luiz Binotti.

No Ministério da Agricultura, a reunião foi com o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Henrique Kohlmann Schwanke. Também estiveram em Brasília o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais LRV, Claudiomir Boff, e o técnico da Empaer, Esmeraldo Almeida. A solicitação foi para que haja a liberação do crédito fundiário para aquisição de uma área em Lucas do Rio Verde para atender 50 famílias luverdenses.

O assunto também foi pauta de reunião no Departamento de Gestão de Crédito Fundiário, onde surgiu a possibilidade de fazer um termo de cooperação com o departamento, via Secretaria Municipal de Agricultura, para administração junto ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais e entidades para fomentar a aquisição de áreas por meio do crédito fundiário.

 “O sindicato já tem uma área bastante adiantada e nós vamos auxiliar para dar andamento e fazer com que mais 50 famílias possam ser beneficiadas na agricultura familiar produzindo alimentos para o município, para a merenda escolar, para o Mercado do Produtor e até para outras cidades”, explicou o prefeito.

Ainda em Brasília, a comitiva luverdense tratou sobre a BR 163 com o Ministro da Secretaria de Governo, Santos Cruz, o CEO da Rota do Oeste, Diogo Santiago, e com o gerente de Relações Institucionais, Roberto Madureira, para que se decida, principalmente sobre a concessão da rodovia, e também sobre a duplicação e as travessias urbanas.

 “Fizemos um estudo técnico para apresentar para a ANTT na renovação quinquenal da concessão com as solicitações do município sobre as travessias urbanas e nós vamos protocolar este documento para que novas possibilidades de travessias sejam inclusas no contrato de concessão. Inclusive, na tarde desta quinta-feira estaremos em Sorriso, em uma reunião, debatendo junto com autoridades e lideranças da região sobre a revisão contratual da concessão da rodovia BR 163”, informou Binotti.

O prefeito ressaltou ainda que, durante a visita do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, em Sorriso, um dos assuntos em pauta foi a questão das ferrovias. “Estamos muito confiantes e o nosso pleito vai ser para que Lucas do Rio Verde seja o entroncamento das ferrovias e, quem sabe, teremos o maior porto seco da América Latina.”

Em Cuiabá, o prefeito Luiz Binotti esteve com o novo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, para tratar sobre os repasses do governo ao município e sobre as UTIs. “O secretário nos informou que está estudando as soluções para os problemas da Saúde no estado, com relação aos hospitais regionais, e também com relação aos repasses de recursos. Ele foi muito franco ao dizer que há uma dificuldade grande com relação aos atrasados da secretaria, mas o objetivo é fazer com que de janeiro para cá sejam pagos regularmente os serviços de saúde. Quanto às UTIs, o serviço será mantido e buscamos paralelamente a habilitação dos leitos pelo Ministério da Saúde, assim, provavelmente, o Município possa sair do ônus de complementação das unidades. Hoje, o Município repassa R$ 150 mil por mês para esta complementação.”

Durante as visitas, o prefeito aproveitou a oportunidade para convidar pessoalmente as autoridades para o Show Safra BR 163, considerada uma das maiores vitrines tecnológicas do agronegócio, que acontece de 26 a 29 de março de 2019, na Fundação Rio Verde.

 

» Mais Imagens