Vereadores se comprometem em discutir RGA com o Poder Executivo

» Lucas do Rio Verde

Por Ascom/Marcello Paulino em 15 de Maio de 2018 ás 06:43

Ascom/Tarsila Borges

Os projetos de Lei n. 53/18 e 55/18, que tratam da Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores públicos municipais e vale-alimentação foram protocolados na Câmara de Vereadores na última quinta-feira (10). A proposta do Executivo para o funcionalismo é 3.3% (RGA) e vale-alimentação no valor de R$ 240. Os projetos foram encaminhados com pedido de urgência. No entanto, o pedido foi reprovado pelos vereadores.

Segundo o presidente da Câmara, vereador Mano (PDT), em oito dias não seria possível ouvir a categoria, buscar um entendimento com o prefeito Luiz Binotti e votar o projeto. “Todos os vereadores votaram contra o pedido de urgência por entenderem que o projeto precisa ser discutido. Vamos conversar com o prefeito pra ver se é possível melhorar esse índice.”

Representantes dos sindicatos e servidores participaram da última sessão ordinária. Com cartazes, a categoria pediu a valorização dos servidores públicos. De acordo com o ofício protocolado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Lucas do Rio Verde (Sinserpm), a proposta aprovada pelos funcionalismo em assembleia é um reajuste de 8% e vale-alimentação de R$ 280.

A proposta tem como justificativa o reajuste de 11% no valor do IPTU, o aumento de 22% na folha com os cargos comissionados e o projeto que criava a verba indenizatória para o prefeito, vice e secretários, retirado do trâmite, a pedido do prefeito. A data base do funcionalismo é o mês de maio. Para que os servidores recebam o salário deste mês com o percentual aprovado, o projeto precisa ser votado até a próxima sessão, marcada para o dia 21.

 

» Mais Imagens