Trabalhadores da educação decidem em assembleia pelo fim da greve

» Greve

Por Ascom/Marcello Paulino em 20 de Junho de 2018 ás 07:36

Ascom/Tarsila Borges

A partir desta quarta-feira (20), as aulas na rede municipal de educação de Lucas do Rio Verde voltam ao normal. Os trabalhadores decidiram em assembleia, realizada na tarde de terça-feira (19), pelo fim da greve. A retomada do diálogo com o Poder Executivo e o fim da greve, só foram possíveis graças a participação do presidente da Câmara, vereador Jiloir Pelicioli (Mano – PDT).

Na tarde desta segunda-feira (18), o vereador participou de uma reunião com os trabalhadores da educação e assumiu o compromisso de buscar o entendimento com o prefeito Luiz Binotti.

“Eu quero agradecer aos trabalhadores e ao Sintep pelo voto de confiança. Conforme combinado, conversei com o prefeito e a lei que garante o RGA de todos os servidores foi sancionada. Retomamos o diálogo e agora vamos construir um índice melhor juntos”, ressaltou Mano.

A proposta apresentada pelo prefeito é a redução dos gastos do Poder Executivo e a rediscussão e apresentação de um novo índice de reajuste em outubro. Os trabalhadores já têm garantido 3.3%.

O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep –MT), reivindica a aplicação do índice nacional do magistério, 6.81%, a mudança da data base de 1º de maio para 1º de janeiro, já aprovada pelos vereadores.

E a inclusão de todos os trabalhadores no Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da educação, que está sendo discutida e elaborada por meio de uma comissão.

Segundo a presidente do Sintep, subsede Lucas do Rio Verde, Tânia Jorra, apesar do fim da greve, os servidores da educação continuam em estado de greve ou estado de alerta.

“Significa que estamos em estado de greve com negociação. Dos três itens da nossa pauta, a gente só conseguiu a mudança da data base. A gente mantém o estado de greve, mantem as discussões na expectativa de conclusão da pauta.”

Ao todo, a categoria permaneceu paralisada por quatro dias, desde a última quinta-feira (14). O novo calendário com a reposição das aulas perdidas será discutido em cada escola.

O vereador Marcos Paulista (PTB) também participou da negociação e ressaltou a importância da retomada do diálogo entre o Poder Executivo e os trabalhadores da educação.

“Eu entendo a retomada das discussões como uma vitória. O prefeito se sensibilizou, sancionou o RGA e trouxe para os servidores a expectativa de uma nova negociação. O prefeito recuou e os trabalhadores também recuaram, o diálogo continua e ficou bom para todos.”

 

» Mais Imagens