Comissão de Reordenamento encaminhará ofício à Seduc para retomada da construção de escola

» Educação

Por Ascom Prefeitura/Educação - Neri Malheiros em 10 de Abril de 2019 ás 06:42

Frente à decisão do Governo do Estado de paralisar o andamento da obra da Escola Tarsila do Amaral, em construção no loteamento Dalmaso, localizado no bairro Bandeirantes, por meio de convênio com o município, a Comissão de Reordenamento de Matrículas das Escolas Públicas de Lucas do Rio Verde, decidiu, em reunião realizada no dia 04, no Paço Municipal, que encaminhará um ofício à Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para que os trabalhos, interrompidos em 2018 e ainda sem previsão de liberação orçamentária, sejam retomados no menor prazo possível.

Uma vez concluída, a nova unidade terá 16 salas de aula e deverá atender aproximadamente 600 alunos. Segundo a arquiteta e urbanista da Secretaria Municipal de Educação, Maria Angélica Pozzer Pires, outro convênio está sendo negociado com o governo estadual para a construção de uma unidade com projeto semelhante ao da Escola Tarsila do Amaral no bairro Vida Nova, nas proximidades do Jaime Seiti Fujii.

Devido ao alto índice de crescimento demográfico do município, há necessidade de aumentos contínuos da oferta de vagas por parte das redes públicas de ensino. Durante a reunião, a secretária municipal de Educação, Cleusa Marchezan De Marco, exibiu gráficos que mostram a distribuição do número de alunos do Ensino Básico matriculados em todas as redes, inclusive a particular, e o planejamento para que nenhum aluno fique fora da escola.

“Conseguimos ampliar a oferta da Educação Infantil, com a abertura de 100 novas vagas na Creche Menino Jesus e outras 75 vagas na Escola Menino Deus, onde também foram ofertadas mais 25 vagas para o 1º ano do Ensino Fundamental, e temos projetos para construção de duas creches, uma no Parque das Emas, e outra no bairro Jaime Seiti Fujii, ambos através do Proinfância I e com capacidade para atender 376 crianças cada um”, explanou.  

A secretária ainda destacou que além da construção, com recursos próprios, da Escola Cora Coralina, no Bairro Jaime Seiti Fujii, para atendimento de aproximadamente 600 alunos dos anos iniciais em tempo integral, já em processo licitatório, há mais um projeto já cadastrado no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a construção de uma outra escola, também no bairro Vida Nova, com capacidade para atender em torno de 780 alunos do Ensino Fundamental.

Outras medidas anunciadas incluem a ampliação com recursos próprios da Escola Municipal Fredolino Vieira Barros, no distrito de Groslândia, a adequação do prédio do Condomínio Rosa para funcionamento de um Centro de Educação Infantil com capacidade para atender 800 crianças e, ainda, a construção de mais três salas no Centro de Educação Infantil Balão Mágico para a oferta de mais seis turmas.     

De acordo com os dados estatísticos, a rede pública responde atualmente pela oferta de 88% das vagas do Ensino Básico de Lucas do Rio Verde – 10.615 alunos (56%) nas escolas municipais, 6.036 alunos (32%) nas unidades estaduais. O restante, 2.271 alunos, 12% do total de quase 19 mil estudantes, encontram-se matriculados na rede particular de ensino.     

Ainda conforme os apontamentos mostrados durante a reunião, no último ano, as escolas estaduais reabsorveram cerca de 10% da demanda de vagas dos anos finais do Ensino Fundamental – 6º ao 9º ano – que vinha sendo suprida provisoriamente pelo município para atender o excedente da demanda.

Desse modo, enquanto a rede estadual registrou um aumento de 32% para 42% no número de alunos matriculados nos anos finais, de 2018 para 2019, a rede municipal teve o atendimento do número de vagas dos anos finais reduzido de 68% para 58% no mesmo período.

O documento que será enviado à Seduc também tratará da necessidade de ampliação da Escola Ângelo Nadin, do convênio para a construção do prédio com 18 salas a ser destinado à Escola Militar e da quadra para a Escola Márcio Schabatt Souza, onde foram concentradas aproximadamente 500 novas vagas para alunos do Ensino Fundamental.   

 

» Mais Imagens