Pesquisa avalia impacto de evento esportivo em MT

» Economia

24 de Junho de 2019 ás 06:12

Pela primeira vez será possível conhecer os impactos turísticos e socioeconômicos proporcionados por um grande evento em Mato Grosso, por meio de uma pesquisa de campo. O levantamento é realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) durante os jogos da Liga das Nações de Voleibol, realizados em Cuiabá de 21 a 23 de junho.
 
"É uma pesquisa inédita em Mato Grosso e vai entender a movimentação econômica que o evento pode trazer.  A partir dela, poderemos saber de que forma o investimento público volta à sociedade, se além de possibilitar o acesso da população aos bens culturais e esportivos, contribui na geração de renda, na arrecadação e na visitação de sítios turísticos", explica o secretário da Secel , Allan Kardec.
 
Nos três dias de jogos, cerca de 20 estagiários das áreas de economia, publicidade, direito, arquitetura, turismo e serviço social, fazem a pesquisa, utilizando um questionário com texto em português e em inglês. As perguntas incluem perfil do público, se morador ou visitante, motivações para participar do evento, gastos com transporte, hospedagem e alimentação e com serviços relacionados à cadeia criativa, como lugares visitados e produtos turísticos locais.
 
Esse tipo de pesquisa tem o objetivo de analisar o retorno social do investimento no turismo, economia e sociedade, conforme explica a coordenadora do escritório de gerenciamento de projetos da Secel, Veruska Almeida. "Nós procuramos ouvir o público presente, primeiro pra saber da importância do evento do ponto de vista da sociedade, se o evento de voleibol vai incentivar a prática do esporte, se incentiva o desenvolvimento de política pública esportiva. E também saber sobre o retorno econômico e de que forma são impactados os serviços oferecidos na cidade, através do monitoramento de indicadores socioeconômicos, de atratividade de investimento e turismo".
 
O público que respondeu a pesquisa viu com bons olhos a iniciativa governamental de procurar ter acesso aos efeitos da competição de porte mundial em Mato Grosso. "Muito bom pro Estado conhecer o resultado do evento", comenta o entrevistado Edilon, que veio de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, somente para assistir aos jogos de voleibol, acompanhado de Conceição, cuja moradia se divide entre Cuiabá e Aracaju, em Sergipe.
 
Outros que também estão em Cuiabá motivados pela competição internacional de voleibol masculino são os amigos Fabrício, Ana e Claudete, de Sorriso, no interior de Mato Grosso. "É excelente esse tipo de e vento, nós mesmos só viemos pra cá por causa dos jogos da Liga das Nações. É maravilhoso. É um motivo para virmos e aproveitarmos a capital", conta, entusiasmada, Ana.
 
Alguns ambulantes do entorno também foram entrevistados informalmente e, para a maioria, há uma diferença quando há eventos no Complexo Arena Pantanal, com melhoria significativa nas vendas de seus produtos.
 
 A pesquisa trabalha com um número de questionários que permita um intervalo de confiança de 95% e margem de erro de 5%, considerando um público potencial de 30 mil pessoas nos três dias de competição. Após a finalização do projeto, o relatório será colocado à disposição da sociedade. "É um projeto piloto que terá sua metodologia aperfeiçoada para ser  utilizada e aproveitada em outros eventos esportivos e culturais em Mato Grosso", conclui Veruska Almeida.
 
A Liga das Nações de Voleibol
 
Para a realização da etapa da Liga das Nações em Cuiabá, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) firmou parceria com Federação Mato-grossense de Voleibol, que é filiada à Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) – organizadora da competição. O recurso do apoio é oriundo do Fundo de Desenvolvimento Desportivo do Estado, ligado à receita da loteria esportiva.
 

Fonte: Midia News

» Mais Imagens