Produção de motos cresce 17,4% em 2018; projeção para 2019 é de alta de 4,2%

» Economia

Por Isto é em 11 de Janeiro de 2019 ás 05:49

Após seis anos seguidos de queda, a produção de motocicletas no Brasil voltou a crescer em 2018, a um ritmo de 17,4%, mostra balanço divulgado nesta quinta-feira, 10, pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). O aumento levou à fabricação de um total de 1,03 milhão de unidades, praticamente a metade do recorde alcançado em 2011, quando 2,1 milhões de motos saíram das fábricas.

A volta do crescimento da produção, segundo o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, é reflexo da retomada da confiança por parte do consumidor, da recuperação econômica e do aumento da oferta de crédito, além do número significativo de lançamentos de novos modelos pelas fabricantes de motocicletas.

Com uma conjuntura econômica mais favorável, as vendas no varejo cresceram 10,5% em 2018, para 940,1 mil unidades. Por outro lado, a exportação caiu 16,8%, para 68 mil unidades, em razão da redução da demanda na Argentina, principal destino das motos exportadas pelo Brasil.

Para 2019, a expectativa é de desaceleração do crescimento na produção e nas vendas internas e de uma queda mais forte na exportação. Enquanto o volume produzido e as vendas no varejo devem crescer 4,2% e 6,2%, respectivamente, os embarques devem cair 28%, na projeção da Abraciclo.

 

» Mais Imagens