Em 2018 mais de mil crianças foram atendidas nas oficinas culturais

» Cultura

Por Ascom Prefeitura/Francieli Cela em 25 de Janeiro de 2019 ás 05:23

Na quarta-feira (23), o secretário municipal de Cultura, Ruam Villas Boas, em entrevista coletiva com a imprensa local realizou a apresentação do balanço das ações da secretaria em 2018 e os projetos planejados para 2019.

Entre as ações realizadas em 2018, o secretário destacou a ampliação das oficinas culturais. “Em 2017, atendemos 847 alunos, em 2018, foram 1.076. Para 2019, vamos ampliar ainda mais o atendimento. As inscrições já estão abertas e trouxemos oficinas novas, como a capoeira”.

A Secretaria de Cultura oferece oficinas para alunos de 03 a 18 anos em artes plásticas, orquestra, teclado, violão, bateria, violino, balé, jazz, hip hop, fanfarra e capoeira. Para os adultos, no período noturno estão disponíveis aulas de dança de salão, violão e teclado.

Outro projeto que conquistou os jovens, foi o recreio cultural. A iniciativa levou para as escolas apresentações de música e dança com os alunos das oficinas culturais. Ao longo do ano, mais de quatro mil alunos prestigiaram as apresentações durante o intervalo escolar.

O Domingo do Paço teve novidade em 2018, ele se tornou itinerante. “Nós modificamos o projeto no ano passado para levar as atrações mais perto da população. Dessa forma, tornamos ele itinerante e levamos música e dança para as praças da cidade. A proposta é dar continuidade neste ano ao projeto com essa nova formatação que foi muito bem aceita pela população que compareceu e desfrutou da programação do Domingo no Paço”.

Ainda atendendo as praças da cidade, Ruam ressaltou o projeto Cinema na Praça. No ano passado, a ação foi levada para vários bairros, com filmes para todas as idades e pipoca gratuita para a comunidade.

Villas Boas também apresentou a Mostra de Dança, realizada em comemoração ao Dia Mundial da Dança. “Inovamos este evento acrescentando, além da Mostra de Dança, uma mostra competitiva que reuniu dançarinos de toda a região que vieram mostrar seus talentos. Em 2019 vamos repetir o evento que foi um grande sucesso”.

Outra iniciativa em 2018, foi o Canta Lucas, competição que reuniu vários cantores do estado nas categorias kids e livre. “Além de ampliar o Canta Lucas neste ano, vamos lançar o Festival Estudantil da Canção, que vai atender apenas os estudantes de Lucas do Rio Verde. Assim, vamos ter dois eventos durante o ano para conhecermos nossos talentos na área da música”.

O secretário também evidenciou o Palco B que a Cultura disponibilizou na Expolucas Edição Especial. “Organizamos um palco para receber os artistas locais, como forma de valorizar essas pessoas, que mostraram talento na música e teatro, e animaram todos os participantes da festa”.

“Ainda na Expolucas, fizemos o lançamento do Memorial Histórico de Lucas do Rio Verde que marca o início do Museu Histórico do município. É um grande projeto para resgatar, proteger e divulgar a história da nossa cidade”, explicou Ruam.

No ano passado, também foi promovida a revitalização da Biblioteca Municipal Monteiro Lobato. “Com a ajuda de uma equipe do Governo do Estado, fizemos uma grande classificação e recuperação dos livros que pertencem a biblioteca. Ela estava fechada há algum tempo e precisava ser reativada e organizada. Montamos um espaço muito bonito, com livros bacanas, o nosso acervo contém livros em braile, literatura internacional e nacional, sobre a história de Mato Grosso e de autores do município. Além dos livros, a biblioteca conta com computadores e internet sem fio. Estamos trabalhando para renovar e ampliar o acervo neste ano”.

Outra ação destacada pelo secretário foi a realização da Conferência Municipal de Cultura que oportunizou que todos os agentes culturais do município apresentassem as demandas e necessidades da área, abrindo um diálogo direto com a administração e planejando políticas públicas para o setor.

O Recital de Natal também foi novidade no último ano. Com alunos das oficinas culturais, o evento reuniu músicas temáticas e da atualidade. Para finalizar a programação do ano, a Cultura também promoveu o Natal para Todos, nos três primeiros fins de semana de dezembro, no Centro de Eventos Roberto Munaretto. O evento contou com apresentações de música e dança, casinha do Papai Noel, presépio vivo, trenzinho e muito mais.

Ao final de toda a programação do ano, o secretário pontuou que a Cultura construiu um relatório de participantes dos eventos. “Quantificamos as pessoas que prestigiaram e participaram de todas as ações promovidas em 2018 e ficamos muito felizes com o resultado, pois tivemos um total 58% da população participando de alguma atividade cultural”.

Apresentando o planejamento para 2019, Ruam destacou mais alguns projetos como a criação de uma companhia de teatro e uma companhia de dança. Também informou que será organizada a Semana do Livro e evidenciou a proposta de descentralizar as atividades de cultura, ampliando os eventos para a toda cidade.

 

» Mais Imagens