Flor Ribeirinha desmente UOL e diz que se apresentou na final da Copa

» Cultura

Por RepórterMT em 16 de Julho de 2018 ás 07:08

O diretor executivo do grupo folclórico mato-grossense Flor Ribeirinha, Jeferson Guimarães Rosa, afirmou que não procedem as informações veiculadas pelo Portal UOL de que o grupo foi proibido por policiais de fazer uma apresentação na Praça Vermelha de Moscou, na Rússia, na noite de sábado (14).

Segundo a reportagem do UOL, o grupo estava preparado para fazer uma apresentação aos turistas, quando foi abordado por policiais. Eles teriam dito que os mato-grossenses poderiam fazer fotos, mas que estariam impedidos de cantar e dançar. A alegação teria sido de que o Brasil já não participava mais da Copa do Mundo.

Mas Jeferson reiterou que as informações não procedem e que o Flor Ribeirinha se apresentou normalmente na Praça Vermelha.

“Os policiais russos não impediram a gente de se apresentar. A movimentação que estava acontecendo naquele momento não era especifica de dança. O grupo estava se preparando para se apresentar, quando uma multidão de turistas se reuniu em nossa volta, porque eles ficaram encantados com os figurinos de Boi Bumba e de Siriri do grupo, além dos instrumentos musicais da nossa região”, explicou o diretor do grupo.

O diretor executivo encaminhou fotos e vídeos ao , em que o grupo aparece cantando e dançando na histórica praça de Moscou. 

Ele explicou que o mau entendido aconteceu devido à aglomeração de turistas, que estavam curiosos com a presença dos artistas do Flor Ribeirinha. Mas nesse momento, o grupo ainda não estava no local especifico de apresentação na Praça Vermelha.

“Os policiais russos não impediram a gente de se apresentar. A movimentação que estava acontecendo naquele momento não era especifica de dança. O grupo estava se preparando para se apresentar, quando uma multidão de turistas se reuniu em nossa volta, porque eles ficaram encantados com os figurinos de Boi Bumba e de Siriri do grupo, além dos instrumentos musicais da nossa região”.

Jeferson enfatiza que foi nesse momento que os policiais interviram.  “Muitos turistas estavam em nossa volta, enquanto nos preparávamos em outro local da praça para podermos nos apresentar. Naquele momento, os policiais pediram para que não houvesse aquela aglomeração, mas foi somente isso”, reiterou o artista.

Ele destaca que em seguida, o grupo fez duas apresentações na Praça Vermelha, que foram presenciadas por diversas emissoras internacionais e também brasileiras.

“Não houve nenhuma situação de desagravo entre os policiais e o grupo, ou de policiais falarem alguma coisa referente ao Brasil ter perdido a Copa, não aconteceu isso”, reforçou.

Turnê pela Europa

O grupo Flor Ribeirinha de São Gonçalo Beira Rio está em uma turnê internacional pela Europa. Em Moscou o grupo ainda permanece até quarta-feira (18), fazendo apresentações durante o encerramento da Copa do Mundo.

Após a final do Mundial, o grupo seguirá para a cidade francesa de Martigues, onde apresentará no período de 20 a 28 de Julho, o espetáculo Mato Dançando o Brasil. Durante a turnê, os mato-grossenses também irão fazer uma performance na Suíça.

O Flor Ribeirinha apresenta na Europa o espetáculo Mato Grosso Dançando o Brasil, que homenageia as danças das regiões brasileiras Norte, Nordeste, Sudeste e Centro Oeste. Trata-se do mesmo espetáculo que venceu o maior Festival de Folclore do mundo, realizado em agosto do ano passado na Turquia, quando o grupo se consagrou campeão, conquistando o troféu, que foi disputado com 26 países.

 

» Mais Imagens