Exército usa gás e balas de borracha contra caminhoneiros em MT

» Crise

Por Midia News em 30 de Maio de 2018 ás 07:28

Soldados do Exército usaram gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar caminhoneiros em greve no final da tarde desta terça-feira (29) no Distrito Industrial, em Cuiabá. Os manifestantes deitaram nas pistas da BR-364 na tentativa de impedir a passagem de caminhões que chegavam à Capital escoltados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Exército.

Segundo informações da PRF repassadas à reportagem, o comboio chegou ao Distrito Industrial com nove caminhões e, apesar da resistência e da confusão, todos os veículos passaram. Ainda conforme a Polícia Rodoviária, existe uma decisão judicial determinando que as vias não podem ser obstruídas pelos manifestantes.

Os caminhões saíram de Rondonópolis e, já no início da viagem, tiveram que enfrentar uma forte reação dos grevistas. Alguns veículos foram impedidos de seguir viagem. Na passagem por Jaciara (140 km de Cuiabá), também houve confronto entre manifestantes e o Exército. Bombas de gás lacrimogêneo também foram empregadas.

A PRF informou que ainda não estão sendo aplicadas multas, nem outras medidas punitivas. No entanto, sob orientação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública, existe essa possibilidade. A PRF continuará a executar a escolta de outros veículos.

Em Mato Grosso, são 27 pontos de paralisação nas rodovias federais. O protesto teve início na segunda-feira (21) e é contra os sucessivos aumentos no preço do óleo diesel, o que estaria tirando a rentabilidade do setor. A manifestação se mantém, mesmo após mais uma tentativa do presidente Michel Temer, que anunciou novas medidas contemplando reivindicações da categoria.

 

» Mais Imagens