Atraso leva servidores de hospital em Sinop a ameaçar paralisação

» Crise

Por Olhar Direto em 12 de Janeiro de 2018 ás 07:22

Os servidores do Hospital Santo Antônio, no município de Sinop (479 km de Cuiabá) anunciaram que vão paralisar os trabalhos na próxima segunda-feira (15), caso o governo do estado não quite os repasses em atraso com a instituição. O valor, segundo a direção da unidade é de aproximadamente R$ 9,4 milhões.

A decisão foi tomada pelo Conselho Diretor da Fundação de Saúde Comunitária de Sinop, responsável pela administração do hospital filantrópico Santo Antônio. Um ofício anunciando a paralisação em caso de não pagamento foi enviado ao governo nesta quarta-feira (10).

Segundo a instituição, o último repasse que o governo efetuou foi do mês de julho de 2017, totalizando cinco meses de atraso. O Conselho Diretor alega que a inadimplência do Governo tem comprometido a estrutura de atendimento aos pacientes do SUS, pois médicos têm abandonado a instituição para procurar outras formas de subsistência.

O déficit no orçamento da instituição dado a inadimplência do Estado também começa a afetar as famílias dos colaboradores, pois a Fundação já começa a encontrar dificuldade de honrar com o pagamento dos salários.

A decisão do Conselho foi comunicada à Prefeitura de Sinop, ao Ministério Público Estadual, ao Conselho Municipal de Saúde e ao Conselho Regional de Medicina. O hospital Santo Antônio recebe pacientes de toda a região norte de Mato Grosso.

De acordo com a administração são feitos em média cerca de sete partos por dia, o que dá em média 200 partos mês. A oncologia também recebe aproximadamente de 400 pacientes para tratamento quimioterápico por mês.

A reportagem do Olhar Direto entrou em contato por telefone com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde para ouvir a versão do governo, mas não teve as ligações atendidas.

» Mais Imagens