Rumores de delação de Riva ressurgem em MT

» Corrupção

Por Folhamax em 20 de Agosto de 2018 ás 07:43

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso desistiu da audiência do ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, José Geraldo Riva, réu numa ação que apura uma fraude de R$ 2.254.642,09 milhões por meio de emissões de cheques para pagamentos por serviços que não foram efetivamente prestados. A juíza Celia Regina Vidotti homologou a desistência em determinação publicada no último dia 9.

Além de José Riva, não compareceram a audiência o ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Humberto Melo Bosaipo, e os servidores da AL-MT, Nasser Okde e Juracy Brito. O MPE-MT também desistiu da oitiva de Guilherme da Costa Garcia, que atuava no Poder Legislativo.

A desistência dos atos pode indicar a existência de um acordo de colaboração premiada de Riva isentando os demais réus. “Homologo, para que surta seus efeitos legais, a desistência da colheita dos depoimentos pessoais dos requeridos Guilherme da Costa Garcia e José Geraldo, na forma pleiteada pelo representante ministerial”, diz trecho da determinação.

Riva é réu numa ação que apura um desvio de R$ 2.254.642,09 por meio da emissão de cheques à Nazareth ME, de propriedade dos irmãos José Quirino Pereira e Joel Quirino Pereira, apontada como uma “empresa fantasma”, que recebia os recursos sem prestar nenhum tipo de serviço. Os fatos são um desmembramento da operação “Arca de Noé”.

 “Afirma que as investigações se originaram em virtude de notícia e encaminhamento de documentos pela Justiça Federal, que indicavam movimentação financeira envolvendo a Assembléia Legislativa do Estado e a Confiança Factoring, situação constatada em um dos desdobramentos da operação ‘Arca de Noé’, que foi desencadeada em conjunto pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual”, diz trecho da denúncia.

Além do ex-presidente do Poder Legislativo, também são réus na ação o ex-conselheiro do TCE-MT, Humberto Melo Bosaipo, os ex-servidores da AL-MT, Guilherme da Costa Garcia e Juracy Brito, o ex-Chefe de Gabinete de Riva, Geraldo Lauro, o ex-secretário de finanças da AL-MT, Nasser Okde, além do contador e técnico em contabilidade, respectivamente, José Quirino Pereira e Joel Quirino Pereira. Uma quebra de sigilo bancário do Legislativo revelou o "desconto" de 46 cheques pela Nazareth ME.

 

» Mais Imagens