Dilma inaugura Arena Pantanal dia 28, sem torcida

» Copa do Mundo

Por Jonas Jozino e Valdemir Roberto/24 Horas News em 22 de Março de 2014 ás 08:42

Reprodução Leia Lucas

A  inauguração oficial da Arena Pantanal está marcada para dois de abril, quando pisam no novo gramado, formado por grama bermuda, como exige a Fifa, Mixto e Santos pela Copa do Brasil. Mas, antes, dia 28 de março, a presidente Dilma Rousseff estará no palco da Copa do Mundo, mostrando o que mais vem representando em um ano, seus dotes futebolísticos com um chute a gol.

Além da Arena, ela vai visitar obras da Copa, algumas delas, como o VLT, que não ficarão prontas para o evento. Vai inaugurar também o conjunto habitacional Jacarandá, que terá 911 casas e faz parte do programa Minha Casa, Minha Vida, em Várzea Grande.    

A presença da presidente Dilma Rousseff era esperada para o dia dois de abril, durante a grande festa de inauguração da arena com a presença do Santos e seus iluminados meninos da Vila, que tentam repetir os passos dos geniais Pelé, Coutinho, Robinho, Neymar e Ganso, todos formados na Vila e que ganharam intensa projeção nacional. Mas, a presidente optou em vir a Cuiabá dias antes, em uma solenidade mais simples, sem a presença da torcida, no dia 28 deste mês.

Pelo menos é o que indica a pré-agenda divulgada por sua assessoria. O governador Silval Barbosa tenta mudar os planos, e espera que até terça-feira quando a agenda será confirmada consiga que Dilma esteja no dia dois de abril.   Esta será a terceira vez que Dilma virá a Mato Grosso em apenas seis meses.

E desta vez vai misturar inauguração de obras da Copa do Mundo com uma espécie de campanha, antecipada, de sua reeleição à Presidência da República. É que vai aproveitar para inaugurar obras que não estão ligadas a Copa, como o conjunto habitacional Jacarandá e manter contatos com o setor produtivo do Estado.  

A Arena Multiuso Pantanal tem um custo estimado da ordem de R$ 570 milhões e será a nona estrutura entre 12 a ser inaugurada para o Mundial de Futebol que na matriz de responsabilidade assinada com a FIFA e a CBF, exige ainda a inauguração das obras de ampliação do Aeroporto Marechal Rondon; de dois Centros Oficiais de Treinamento - COT’s; do Fan Fest; das obras de Mobilidade Urbana e do acesso no entorno do Estádio Governador José Fragelli ou Arena Pantanal

» Mais Imagens