Governadores apoiam a reforma, mas sem regime de capitalização

» Brasil

12 de Junho de 2019 ás 07:07

O governador Mauro Mendes (DEM) participou, junto com outros 24 chefes de governos estaduais, da 5ª Reunião do Fórum de Governadores, realizada em Brasília nesta terça (11). Durante o encontro,  condicionaram o apoio à reforma da Previdência à exclusão, no texto final da matéria, dos pontos relativos à previdência rural, ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), à desconstituicionalização e à criação de um regime de capitalização do benefício - uma espécie de poupança que o trabalhador faz para garantir a aposentadoria no futuro.
 
Alguns governadores disseram que o apoio dependerá ainda da inclusão de alguns pontos. Entre eles, a redução de 60 para 55 anos da idade mínima para a aposentadoria de professoras e da eliminação de alguns privilégios dados a policiais militares.
 
Mauro não se pronunciou após a reunião dos governadores sob a alegação de que não tinha novidades para comunicar aos mato-grossenses. Entretanto, fez postagens nas redes sociais enquanto participava das discussões.
 
Sobre a reforma da Previdência, Mauro tem reiterado que a medida é fundamental para o Brasil não quebrar. Além disso, o governador afirma que os estados e municípios não podem ser excluídos.
 
Dos 27 governadores, 25 estavam presentes na reunião, que contou com a participação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); do presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PR-AM); do relator do projeto, Samuel Moreira (PSDB-SP); e do secretario especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, Rogério Marinho.
 
Os únicos estados que não foram representados por seus governadores foram o Amazonas e o Maranhão. O próximo encontro de governadores foi marcado para o dia 6 de agosto (Com informações da Agência Brasil).
 

Fonte: RDNews

» Mais Imagens