Presidente encerra audiência na CCJ após deputado chamar Guedes de tchutchuca

» Brasil

Por msn em 04 de Abril de 2019 ás 07:15

O deputado Zeca Dirceu (PT-PR) referiu-se ao ministro da Economia, Paulo Guedes, como “tigrão” e “tchutchuca” em sua fala durante a audiência pública da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara que discutiu a reforma da Previdência.

“o senhor é tigrão quando é com os aposentados, com os idosos, com os portadores de necessidades. O senhor é tigrão quando é com os agricultores, os professores. Mas é tchutchuca quando mexe com a turma mais privilegiada do nosso país”, disse Dirceu.

O ministro reagiu. Respondeu: “eu não vim aqui para ser desrespeitado, não. (…) Tchutchuca é a mãe, é a avó, respeita as pessoas. (…) Isso é ofensa. Eu respeito quem me respeita. Se você não me respeita, não merece meu respeito”.

O presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL), foi incapaz de conter o tumulto e encerrou a audiência.

Foi o 3º momento de embate mais duro entre o ministro e os deputados. Em apenas 20 minutos de sessão, ao falar sobre a capitalização, deputados o questionaram sobre o Chile que usa o sistema proposto pelo governo. “E o Chile? A Venezuela deve estar melhor”, rebateu.

No 2º reagiu à críticas do PT: “Por que vocês não votaram imposto sobre dividendos, por que aprovaram incentivos fiscais, por que deram dinheiro pra JBS?”.

O ministro compareceu à comissão apenas na 2ª vez que foi convidado. Na 1ª vez, o economista cancelou sob o argumento de que foi orientado a não comparecer uma vez que nem o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, o defenderia. Desta vez, esperava “não levar tiro pelas costas” do partido.

 

» Mais Imagens