Saída de pista é o acidente mais frequente na BR-163

» BR -163

Por Midia News em 14 de Dezembro de 2018 ás 06:45

Com a chegada do período chuvoso aumenta a incidência de ocorrências relacionadas à saída de pista no trecho sob concessão da BR-163. Levantamento da Rota do Oeste demonstra que esse é o tipo de acidente mais recorrente na rodovia nos meses de outubro, novembro e dezembro, quando as chuvas são frequentes.

Especificamente no mês de dezembro, 26% dos acidentes registrados na BR-163 são referentes à saída de pista. Concentrando 19% das ocorrências, as colisões traseiras ficam em segundo lugar, seguidas das colisões laterais (10,98%). Os números são relacionados ao histórico registrado pela Rota do Oeste desde 2016.

No acumulado dos meses, as saídas de pista representam 17% do total de registros e ocupam o segundo lugar no ranking de ocorrências. As colisões traseiras são as mais recorrentes, com 21%. Em terceiro lugar estão as colisões transversais, com 12%.

Na análise do diretor de Operações da Rota do Oeste, Fernando Milléo, o aumento nos registros é reflexo das chuvas registradas no período. A pista molhada aliada ao excesso de velocidade resulta neste cenário.

“A recomendação ao motorista é que evite o excesso de velocidade e faça a manutenção do veículo antes de viajar. É importante que os equipamentos de segurança estejam funcionando e os pneus em boas condições. Os limpadores de para-brisa também merecem atenção”, comenta.

Milléo frisa ainda a importância de viajar com calma. “Normalmente, as viagens de férias são mais longas e em companhia da família. É comum o motorista trafegar em alta velocidade para chegar mais rápido. Isso é arriscado. Não vale a pena colocar a vida em risco para chegar meia hora mais cedo ao destino. Então, respeite o limite de velocidade e chegue seguro ao destino”.

Para este período de férias e comemorações festivas, Milléo reforça ainda os cuidados que devem ser tomados, principalmente, por quem não está acostumado a trafegar em rodovia. Com relação à BR-163, o diretor destaca que a rodovia tem característica específica, com alta incidência de veículos de carga. Cerca de 60% do fluxo de veículos da BR-163 é formado por caminhões e carretas. Desta forma, os motoristas de carros de passeio precisam ter cautela nas ultrapassagens e manobras realizadas na via.

Recomendação aos caminhoneiros - Quem está no comando dos ‘’grandões” tem papel importante na segurança viária. Assim, a orientação é que facilite a ultrapassagem dos carros de passeio, não exceda na velocidade e nunca ultrapasse em locais proibidos ou force uma ultrapassagem.

“Precisamos ter consciência que dentro de cada veículo existe pelo menos uma vida e que alguém está a sua espera. O trânsito é uma responsabilidade de todos que o compõem. É importante ser cordial, atento às necessidades dos outros motoristas e seguir viagem da forma mais harmoniosa possível”, finaliza.

 

» Mais Imagens