Presidente da Aprosoja rebate discurso de Eduardo Botelho

» Agronegócios

Por Gazeta Digital em 03 de Janeiro de 2019 ás 05:40

O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Antonio Galvan, por meio de suas redes sociais, nesta quarta-feira (2), rebateu o discurso do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), que criticou o setor produtivo durante seu discurso na posse do governador Mauro Mendes, também democrata, nesta terça-feira (1). 

Galvan apontou que a solução seria a retenção de gastos públicos, enquanto Botelho afirmou que a riqueza do estado está na mão de poucos barões do agronegócio.   O governador disse na ocasião que todos os setores precisam contribuir.

"Quero registrar que jamais o trabalho duro de um setor, seja qual for, será responsável pela desigualdade social, como foi citado nos discursos do governador Mauro Mendes e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho", disse Galvan em sua publicação.  

Para o presidente, a desigualdade é resultado de anos de má gestão, má aplicação do dinheiro público, inchaço da máquina pública e corrupção. Ele apontou que a solução é uma gestão eficaz.  

"Antes de apontar o dedo para quem planta, produz, gera emprego, renda, leva alimento à mesa, e convive diariamente com as incertezas climáticas, econômicas, jurídicas, devia-se olhar para dentro da própria casa e fazer as mudanças que a sociedade tanto anseia, como corte no excesso de gastos publicou", finalizou.  

 

» Mais Imagens