Temer libera R$ 12 bi para pré custeio de safra e destaca importância do agronegócio

» Agronegócios

Por Olhar Direto em 20 de Janeiro de 2017 ás 05:42

 “Tenho certeza que o agronegócio, a agricultura em geral, a pecuária, irão cada vez mais inovar com o apoio do governo federal, do governo estadual, do governo municipal, para gerar novos polos de desenvolvimento para o nosso País”. Com tal afirmação o presidente Michel Temer anunciou a liberação de R$ 12 bilhões de crédito agrícola para pré-custeio da safra 2017/2018. O montante é 20% a mais do que o valor destinado para a safra 2016/2017 para a aquisição antecipada de insumos.

O anuncio foi realizado na manhã desta quinta-feira, 19 de janeiro, em Ribeirão Preto (SP). Em seu discurso o presidente Michel Temer lembrou que encontrou o país com 12 milhões de desempregados e que foi aconselhado a "grudar" no agronegócio para reduzir esse número. “Pegamos o país com recessão e superada essa recessão é que nos vamos para o crescimento e o aumento do chamado pleno emprego. Essas são as fases que temos que atravessar. E, agora estamos saindo da recessão”.

Os R$ 12 bilhões de crédito ofertado para o pré-custeio da safra 2017/2018 pelo Branco do Brasil é proveniente de captações próprias da Poupança Rural e de Depósitos à Vista, segundo informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Os recursos, pontua o Ministério, estão disponíveis a médios produtores por meio do Pronamp (Programa Nacional de Apoio aos Médios Produtores Rurais), com taxas de 8,5% ao ano e teto até R$ 780 mil. Já para os demais produtores que acessarem o crédito o encargo é de 9,5% ao ano e teto de R$ 1,32 milhão por beneficiário.

O ministro interino Eumar Novacki salientou que a antecipação do pré-custeio em duas semanas pelo Banco do Brasil é "muito oportuna".

Novacki ressaltou ainda que a crise econômica vivida pelo Brasil “teria sido mais grave não fosse o desempenho da atividade agropecuária no país”. Ele ainda observou que o produtor, mesmo diante de todas as dificuldades, produz com qualidade, é competitivo e alavanca a economia do país”.

De acordo com o secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura, Neri Geller, em entrevista ao Agro Olhar, ao todo são R$ 18 bilhões liberados para pré-custeio da safra 2017/2018. Deste volume R$ 12 bilhões são provenientes do Banco do Brasil e R$ 6 bilhões por parte da Caixa Econômica.

“Os produtores já podem contratar o pré-custeio. O crédito agrícola irá auxiliar os produtores na aquisição dos insumos da futura safra, no planejamento, bem como para travar negócios”, disse Geller. Questionado sobre a destinação de recursos por Estado, Neri Geller afirmou que não há um valor definido, ou seja, será conforme a demanda.

» Mais Imagens