Neri Geller discute com setor produtivo propostas para o próximo Plano Agrícola e Pecuário

» Agronegócios

Por MAPA em 09 de Dezembro de 2016 ás 06:54

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller, se reuniu com representantes de entidades de produtores rurais, nesta semana, para discutir as propostas do próximo Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018, que começa a vigorar em julho do próximo ano.

“Foi uma reunião muito proveitosa. Na verdade, começamos uma discussão, recebemos as demandas do setor para ver quais são as melhorias que precisam ser implementadas, de que forma vamos fazer isso para elaborar o plano. Vamos aumentar os recursos do seguro rural, ter recursos para a comercialização e fazer uma gestão compartilhada com a iniciativa privada”, disse o secretário Neri Geller.

Estão programados outros encontros com o setor produtivo, em janeiro, para continuar recebendo sugestões, discutir e aprofundar os principais programas. “Em fevereiro, vamos sentar com a equipe econômica para alinhar e sinalizar para o setor qual o rumo do governo federal na questão do próximo plano safra”.

Neri Geller ressaltou a importância e credibilidade do planejamento do novo plano agrícola e pecuário. “Se você trabalhar com antecedência, não só o produtor, mas também a indústria de defensivos agrícolas e equipamentos agrícolas e toda a cadeia pode se organizar com um plano alinhado com antecedência. Estamos muito firmes no sentido de ampliar o plano safra e mais programas que sejam realmente benéficos às demandas do setor.”

Entre as entidades que participaram da primeira reunião de planejamento, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), Associação Matogrossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Federarroz), Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem), Associação Brasileira de Produtores de Sementes de Soja, Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), federações de agricultura de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, do Paraná e Rio Grande do Sul e parlamentares  da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

» Mais Imagens