Famílias recebem orientações sobre dengue, zika e chikungunya

» Ação Social

Por Ascom Prefeitura/Carolina Matter em 01 de Fevereiro de 2019 ás 06:10

Cerca de 40 famílias que fazem parte do Programa Pró-Família participaram de uma capacitação sobre saúde, nesta quarta-feira (30), no auditório da Prefeitura de Lucas do Rio Verde. O evento realizado pela Secretaria de Assistência Social contou com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde.

Equipes da Vigilância Epidemiológica e da Vigilância Ambiental apresentaram orientações com o tema “Combate ao mosquito Aedes Aegypti”. Este tema é um dos prioritários do programa Pró-Família e é uma condicionalidade da área da saúde para as famílias, por isso é tão importante a participação dos beneficiários.

O Aedes Aegypti é um mosquito doméstico, com hábitos diurnos, se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada.

As equipes explicaram sobre prevenção, os cuidados, os sintomas da dengue, zika e chikungunya e tratamentos, as formas de transmissão das doenças, e foram mobilizadas para eliminarem água parada em casa, ajudando, assim, a combater os focos que podem virar criadouro do Aedes Aegypti.

As reuniões do Pró-Família são mensais e, além da temática trabalhada, as famílias recebem avisos do programa por meio da equipe de trabalho, que é composta por 01 Supervisora, 01 Assistente Social e 30 Agentes Comunitários de Saúde – ACS.

Nesta quinta-feira, também foram feitos esclarecimento quanto a inconsistência no pagamento das parcelas aos beneficiários e profissionais envolvidos no programa, sendo pago 50 % do valor do benefício por parte do Governo de Estado.

Segundo informação repassada pelo Estado, possivelmente a situação de inconsistência no pagamento persista ainda por três meses (janeiro, fevereiro e março), e assim que houverem novas deliberações as famílias serão devidamente comunicadas.

A Secretária Municipal de Assistência Social, Lucileide Gurka, destaca que o prefeito Luiz Binotti em sua gestão e a secretaria têm somado esforços para a continuidade do Pró-Família no município, no entanto, depende das deliberações por parte Governo de Estado, responsável por gerir o programa. A secretária enfatiza ainda que é muito importante que as famílias continuem a participar de todas as atividades do programa.

 

» Mais Imagens